sicnot

Perfil

Economia

Trib. Contas acompanha "muito de perto" processo relativo ao BES

O presidente do Tribunal de Contas, Guilherme d'Oliveira Martins, disse hoje que a instituição acompanha "muito de perto todo este processo" relativo ao BES e ao Grupo Espírito Santo, mas escusou-se a comentar o relatório preliminar parlamentar.

(SIC)

(SIC)

"Nenhum comentário, até porque o Tribunal de Contas (TdC) tem jurisdição sobre o Fundo de Resolução e está a acompanhar muito de perto todo este processo", disse, quando questionado pela agência Lusa, à margem de uma aula aberta que ministrou hoje numa escola de Évora.

Assim, sobre o relatório preliminar da comissão parlamentar de inquérito à gestão do BES e do Grupo Espírito Santo (GES), que está hoje a ser apresentado na Assembleia da República, Guilherme d'Oliveira Martins considerou ser "prematuro qualquer comentário" da sua parte, pois o TdC "terá a última palavra neste domínio" do BES.

Guilherme d'Oliveira Martins, na qualidade de presidente do Conselho de Prevenção da Corrupção, falava à Lusa à margem da aula aberta que deu hoje na Escola Secundária Severim de Faria, em Évora.

A iniciativa, intitulada "Prevenir o Futuro", foi organizada pelo Conselho de Prevenção da Corrupção em parceria com a Rede de Bibliotecas Escolares do Ministério da Educação e Ciência, destinando-se aos alunos das várias escolas secundárias da cidade alentejana.

O relatório preliminar da comissão de inquérito sobre o BES e o GES esta hoje a ser apresentado pelo relator Pedro Saraiva (PSD), numa sessão que durará várias horas e na qual o deputado será questionado pelos diferentes partidos em dois blocos de perguntas.

Posteriormente, e até dia 23, serão apresentadas as propostas de alteração dos partidos ao relatório preliminar, e no dia 29 de abril o texto final terá de estar pronto.

A comissão foi proposta pelo PCP - e aprovada por unanimidade dos partidos - e teve a primeira audição a 17 de novembro do ano passado, tendo sido escutadas dezenas de personalidades, entre membros da família Espírito Santo, gestores das empresas do grupo, reguladores, supervisores, auditores e agentes políticos, entre outros.

O objetivo do trabalho dos parlamentares é "apurar as práticas da anterior gestão do BES, o papel dos auditores externos e as relações entre o BES e o conjunto de entidades integrantes do universo do GES, designadamente os métodos e veículos utilizados pelo BES para financiar essas entidades".

 
Lusa
  • Luís Pina indiciado por quatro crimes de tentativa de homicídio
    1:41
  • Líderes europeus unidos para iniciar saída do Reino Unido
    2:08
  • 100 dias de Trump em 04'30''
    4:33

    Pequenas grandes histórias

    Donald Trump tomou posse como 45º Presidente dos EUA dia 20 de janeiro de 2017, faz este sábado, 100 dias. Prometeu grandes mudanças, mas os planos acabaram por chocar de frente com a realidade e a burocracia de Washington, como foi o caso do Obamacare. Foi a primeira ordem executiva que assinou, no dia em que tomou posse, mas a revogação está longe de acontecer.

  • A SIC visitou os bastidores do Santuário de Fátima
    7:43
  • Ministro "mais descansado" com relatório sobre Almaraz, ambientalistas contestam
    2:01

    País

    O ministro do Ambiente diz estar mais descansado depois de conhecer o relatório técnico que considera o armazém de resíduos nucleares em Almaraz uma solução adequada. Já as associações ambientalistas e os partidos criticam o parecer positivo à construção e querem ouvir os ministros do Ambiente e dos Negócios Estrangeiros no Parlamento.

  • Marcelo recebido por multidão na Ovibeja
    2:52