sicnot

Perfil

Economia

Pacheco Pereira considera que António Costa está metido numa "armadilha"

Pacheco Pereira considera que António Costa está metido numa "armadilha"

O cenário macro-económico e o programa do PS esteve esta quinta-feira no centro do debate na Quadratura do Círculo, com Jorge Coelho e Lobo Xavier a dizer que o modelo macro-económico tem sentido de responsabilidade. Pacheco Pereira foi mais crítico das medidas anunciadas, considerando que não vão funcionar na prática e dizendo, aliás, que António Costa caiu numa armadilha.

  • Costa rejeita críticas do governo e diz que plano do PS é exequível
    1:28

    País

    À saída da reunião da bancada socialista, na Assembleia da República, António Costa rejeitou as críticas do Governo a eventuais consequências ruinosas caso seja aplicado o plano macroeconómico socialista O secretário-geral do PS garante que o plano é exequível se se mantiver esta realidade ao nível europeu.

  • Costa acusa Passos, Portas e Cavaco de serem a atual troika em Portugal
    1:23

    Economia

    António Costa disse esta quinta-feira que a troika, agora, em Portugal, é constituída por Passos Coelho, Paulo Portas e Cavaco Silva. O líder do PS responde assim a Paulo Portas e às críticas que fez ao plano macro-económico do PS. Novas críticas surgiram esta quinta-feira da parte do Governo. Marques Guedes chamou-lhe "encenação".

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.