sicnot

Perfil

Economia

Webasto avança com despedimento coletivo de 90 trabalhadores

A Webasto, empresa que produz o teto retrátil do Volkswagen EOS, pretende avançar com o despedimento coletivo de 90 trabalhadores quando terminar a produção daquele veículo na Autoeuropa, disse hoje João Galvão, da Comissão de Trabalhadores.

(Arquivo)

(Arquivo)

SIC

"A administração da empresa teve de se precaver, porque, apesar de não haver ainda informação oficial sobre o fim da produção do Volkswagen EOS, tudo indica que a Autoeuropa vai deixar de ter esse modelo no sistema de produção a partir de 03 de julho", disse o representante dos trabalhadores da Webasto.

João Galvão adiantou que a Comissão de Trabalhadores já tem um "pré-acordo" com a administração da empresa, que prevê "contrapartidas mais vantajosas para os trabalhadores do que as que estão previstas no Código de Trabalho". 

Questionado pela Lusa, João Galvão disse não ter qualquer informação da administração sobre o eventual encerramento da fábrica da Webasto, embora não exclua essa possibilidade. 

"A empresa não vai encerrar para já. Somos 107 trabalhadores e o despedimento coletivo só abrange os 90 trabalhadores da linha de produção. Possivelmente vai fechar mais tarde, mas, até agora, não nos foi comunicado o encerramento da empresa", frisou.

 O Volkswagen EOS é um carro com capota retrátil produzido na Autoeuropa desde 2006. 

Lusa
  • 105 detidos pela PSP e GNR nas últimas 24 horas

    País

    Só a GNR deteve 64 pessoas em flagrante delito, entre a noite de sexta-feira e o início da manhã deste sábado, a maioria das quais (47) por condução sob o efeito do álcool. A PSP de Lisboa efetuou 41 detenções em 24 horas, dez por tráfico de droga.

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.