sicnot

Perfil

Economia

Trabalhadores da TAP marcham pela desconvocação da greve dos pilotos

Dezenas de trabalhadores da TAP apelaram hoje à desconvocação da greve dos pilotos, realizando uma marcha silenciosa em Lisboa, explicou um dos promotores do protesto, Fernando Santos.

MIGUEL A. LOPES

MIGUEL A. LOPES

MIGUEL A. LOPES

MIGUEL A. LOPES

No final da marcha, que começou na sede da companhia e terminou com uma concentração junto à zona de chegadas do aeroporto, Fernando Santos explicou que o protesto foi resultado de um "movimento espontâneo que quer dar rosto à preocupação de milhares" de trabalhadores na TAP, que estão preocupados com as consequências de uma greve de 10 dias. 

"Pedimos que sejam bem medidas as consequências desta greve. É preciso avaliar, nas atuais circunstâncias da empresa, e ponderar avançar ou não com a greve, porque está muita coisa em jogo", disse. 

A polícia presente no local do protesto contabilizou entre 200 a 300 manifestantes, dos cerca de 10 mil trabalhadores da TAP.

Fernando Santos afirmou que todos os trabalhadores querem o bem da companhia aérea: "Esta iniciativa não é contra os colegas pilotos ou contra os sindicatos, mas em defesa do futuro da TAP", precisou.

Os trabalhadores da TAP hoje em protesto mostraram-se também preocupados com a saúde financeira da empresa: "A partir do momento em que uma greve deste tipo, de dez dias, é anunciada, tem efeitos dramáticos na empresa, na confiança dos nossos clientes, e é um efeito que perdura, que não se esgota quando termina a greve, e que é muito difícil voltar a ganhar essa confiança", disse.

Fernando Santos lembrou ainda que a TAP não está sozinha no mercado e que cada vez há mais e melhor concorrência, e defendeu que a empresa não pode trair a confiança dos passageiros.

"Avaliem primeiro as consequências da greve e ponderem bem o que pode acontecer", afirmou, defendendo que "tem de ser possível terminar a greve, porque está muita coisa em jogo e a TAP não aguenta tudo".

Fernando Santos explicou ainda que os trabalhadores hoje em protesto não pediram audiências ao sindicato dos pilotos e não têm qualquer interesse em fazê-lo, e salientou que a privatização não está em cima da mesa nesta fase de luta dos trabalhadores. 

"Qualquer caminho que não seja reduzir custos, aumentar receitas e melhorar a concorrência não é um bom caminho para a TAP", concluiu.


Lusa
  • Como chegou a TAP a este ponto?
    0:52

    Programas

    Em vésperas do desfecho de mais uma tentativa de privatização da TAP; no momento em que os pilotos se preparam para o início de uma greve de 10 dias, a SIC emite duas grandes reportagens sobre o estado da companhia aérea. E lança a dúvida: durante os 15 anos de Fernando Pinto na liderança, a TAP cresceu ou inchou, como defendem os críticos do administrador brasileiro? Para ver hoje e amanhã, no Jornal da Noite.

  • "Às vezes o senhor primeiro-ministro irrita-me um bocadinho"
    2:05

    País

    O Presidente da República disse esta quinta-feira de manhã que António Costa é "irritantemente otimista" por teimar em "ver violeta-rosa onde há roxo". Marcelo Rebelo de Sousa recordou ainda Mário Soares numa aula no Colégio Moderno, em Lisboa.

  • Pyongyang cria vídeo a simular ataque a navios dos EUA
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos da América pretendem reforçar as sanções à Coreia do Norte e investir nos esforços diplomáticos. Contudo, a tensão militar persiste. Pyongyang emitiu um vídeo em que simula um ataque a navios norte-americanos.

  • Cientistas testam útero artificial em cordeiros prematuros

    Mundo

    Um grupo de cientistas desenvolveu um útero artificial - o Biobag - que se assemelha a uma bolsa de plástico e que ajuda no desenvolvimento de cordeiros prematuros. O método foi testado nestes animais mas os cientistas do Hospital Pediátrico de Filadélfia, nos Estados Unidos, garantem que poderá vir a ser utilizado também em bebés que nascem prematuros.

  • Exame ao sangue descobre cancro um ano antes do reaparecimento

    Mundo

    Uma equipa de investigadores britânicos descobriu uma maneira de identificar o regresso do cancro, com um ano de antecedência. Através de um exame ao sangue, a equipa conseguiu identificar os primeiros sinais da doença, uma série de células invisíveis ao raio-X e à TAC. A descoberta pode vir a permitir tratar o cancro mais cedo e, como resultado, poderá aumentar as chances de o curar.

  • Casados há 69 anos, morrem de mãos dadas com 40 minutos de diferença

    Mundo

    Isaac Vatkin, de 91 anos, morreu cerca de 40 minutos depois de Teresa, de 89 anos, no passado sábado no Highland Park Hospital, no estado norte-americano Ilinóis. "Não queríamos que fossem embora, mas não podíamos pedir que partíssem de melhor maneira", afirmou o neto William Vatkin. O casal morreu no hospital poucos dias depois de celebrarem 69 anos de casados.

  • Trump cria linha de apoio a vítimas de "extraterrestres criminosos"

    Mundo

    Quando o Governo norte-americano usa o termo "extraterrestre criminoso", refere-se a alguém que não é cidadão dos Estados Unidos da América e que foi condenado por um crime. Quando a mesma expressão é usada pelos utilizadores do Twitter, o significado é completamente diferente. Os internautas pensam na série Ficheiros Secretos e em discos voadores. Por isso, o lançamento de uma linha telefónica, por parte da Casa Branca, para as vítimas de "extraterrestres criminosos" só podia dar em confusão.