sicnot

Perfil

Economia

Trabalhadores da TAP marcham pela desconvocação da greve dos pilotos

Dezenas de trabalhadores da TAP apelaram hoje à desconvocação da greve dos pilotos, realizando uma marcha silenciosa em Lisboa, explicou um dos promotores do protesto, Fernando Santos.

MIGUEL A. LOPES

MIGUEL A. LOPES

MIGUEL A. LOPES

MIGUEL A. LOPES

No final da marcha, que começou na sede da companhia e terminou com uma concentração junto à zona de chegadas do aeroporto, Fernando Santos explicou que o protesto foi resultado de um "movimento espontâneo que quer dar rosto à preocupação de milhares" de trabalhadores na TAP, que estão preocupados com as consequências de uma greve de 10 dias. 

"Pedimos que sejam bem medidas as consequências desta greve. É preciso avaliar, nas atuais circunstâncias da empresa, e ponderar avançar ou não com a greve, porque está muita coisa em jogo", disse. 

A polícia presente no local do protesto contabilizou entre 200 a 300 manifestantes, dos cerca de 10 mil trabalhadores da TAP.

Fernando Santos afirmou que todos os trabalhadores querem o bem da companhia aérea: "Esta iniciativa não é contra os colegas pilotos ou contra os sindicatos, mas em defesa do futuro da TAP", precisou.

Os trabalhadores da TAP hoje em protesto mostraram-se também preocupados com a saúde financeira da empresa: "A partir do momento em que uma greve deste tipo, de dez dias, é anunciada, tem efeitos dramáticos na empresa, na confiança dos nossos clientes, e é um efeito que perdura, que não se esgota quando termina a greve, e que é muito difícil voltar a ganhar essa confiança", disse.

Fernando Santos lembrou ainda que a TAP não está sozinha no mercado e que cada vez há mais e melhor concorrência, e defendeu que a empresa não pode trair a confiança dos passageiros.

"Avaliem primeiro as consequências da greve e ponderem bem o que pode acontecer", afirmou, defendendo que "tem de ser possível terminar a greve, porque está muita coisa em jogo e a TAP não aguenta tudo".

Fernando Santos explicou ainda que os trabalhadores hoje em protesto não pediram audiências ao sindicato dos pilotos e não têm qualquer interesse em fazê-lo, e salientou que a privatização não está em cima da mesa nesta fase de luta dos trabalhadores. 

"Qualquer caminho que não seja reduzir custos, aumentar receitas e melhorar a concorrência não é um bom caminho para a TAP", concluiu.


Lusa
  • Como chegou a TAP a este ponto?
    0:52

    Programas

    Em vésperas do desfecho de mais uma tentativa de privatização da TAP; no momento em que os pilotos se preparam para o início de uma greve de 10 dias, a SIC emite duas grandes reportagens sobre o estado da companhia aérea. E lança a dúvida: durante os 15 anos de Fernando Pinto na liderança, a TAP cresceu ou inchou, como defendem os críticos do administrador brasileiro? Para ver hoje e amanhã, no Jornal da Noite.

  • Pablo Bravo: o chileno suspeito de um assalto milionário em Gaia
    6:01

    País

    As autoridades receiam um aumento da violência nos assaltos de redes sul-americanas em Portugal, à semelhança do que tem acontecido noutros países europeus. Pablo Bravo é um chileno com um longo cadastro criminal que, em Portugal, é suspeito de um assalto milionário a um hipermercado, em Gaia e, dias depois, foi detido em flagrante, em Paris, a tentar roubar uma loja de relógios de luxo.

    Notícia SIC

  • Obras para as novas instalações da SIC já começaram
    1:54

    País

    As obras do novo estúdio da SIC e SIC Notícias vão começar. A ampliação do edifício do grupo Impresa vai unir os funcionários do grupo num único espaço, com uma área de 750 metros. O Presidente da Câmara de Oeiras entregou esta terça-feira a licença de obra.

  • Já há destinos esgotados para o Carnaval e Páscoa
    3:08

    Economia

    A procura de viagens na altura do Carnaval e Páscoa tem vindo a aumentar e vários destinos já estão esgotados já que muitas pessoas optam por tirar dias de férias nesta altura do ano. Em contagem decrescente, as agências de viagens não têm tido mãos a medir com promoções e ofertas para destinos variados e adequados a várias bolsas.

  • As crianças que estão a morrer à fome em África

    Mundo

    A UNICEF alertou esta terça-feira que a má nutrição aguda que afeta a Nigéria, Somália, Sudão do Sul e Iémen coloca este ano em "iminente" risco de morte 1,4 milhões de crianças devido à fome que existe naqueles países. São milhares de casos de um incessante desespero numa luta diária pela sobrevivência.

  • Cães desfilam no Rio de Janeiro
    1:00

    Mundo

    O tradicional cortejo de Carnaval brasileiro só acontece daqui a uns dias, mas no Rio de Janeiro já há inúmeros desfiles pelas ruas. Na praia de Copacabana, os animais mascararam-se de humanos.