sicnot

Perfil

Economia

Venda de veículos sobe cerca de 30% entre janeiro e abril

O número de veículos vendidos em Portugal aumentou 29,9% entre janeiro e abril deste ano, face ao mesmo período de 2014, para 71.524 unidades, indicou hoje a ACAP-Associação Automóvel de Portugal.

(Arquivo)

(Arquivo)

SIC

De acordo com os dados da associação, divulgados em comunicado, tendo em conta apenas o mês de abril, venderam-se mais 21,1% de veículos do que em igual mês do ano passado, num total de 17.657 unidades.

"Apesar do crescimento homólogo que tem vindo a ser registado, o volume de vendas observado no mês de abril continua a situar-se abaixo da média dos últimos 15 anos (menos 10,8%)", sublinha a ACAP.

Por tipo de veículos, nos primeiros quatro meses do ano deu-se um crescimento de 32,3% na comercialização de automóveis ligeiros de passageiros, em termos homólogos, para 61.222 unidades. 

Só em abril, venderam-se 14.993 ligeiros de passageiros, mais 21,8% do que no período homólogo de 2014, indica também a associação.

Quanto aos veículos comerciais ligeiros, comercializaram-se 9.095 entre janeiro e abril, mais 16,7% em termos homólogos. Apenas em abril, a venda cresceu 17,3%, para um total de 2.406 veículos comerciais.

Já no que respeita aos pesados, tanto de passageiros como de mercadorias, no primeiro quadrimestre registou-se um aumento de 23% face a igual período de 2014, para 1.207 unidades. Só em abril, o mercado cresceu 21,7%, com a comercialização de 258 veículos dessa categoria.



Lusa
  • Dois jovens atropelados mortalmente no concelho de Montemor-o-Velho
    2:20
  • Presidente de "O Sonho" suspeito de peculato e fraude
    2:26

    País

    O presidente das três instituições de solidariedade social de Setúbal - incluindo "O Sonho" -, que na sexta-feira foram alvo de buscas, foi constituído arguido. Florival Cardoso é, por enquanto, o único suspeito de peculato e fraude na obtenção de subsídios para as instituições.

  • Manifestação contra mina de urânio junta milhares em Salamanca
    1:39
  • Assalto a Tancos e roubo de armas da PSP podem estar relacionados
    1:24

    País

    O assalto a Tancos e o roubo de armas da PSP, três recuperadas na semana passada, podem estar relacionados. O semanário Expresso avançou este sábado que há suspeitos de terem participado nos dois assaltos e o grupo, ou parte dele, atua principalmente do Algarve, com possíveis ligações a outras organizações espalhadas pelo país ou até transacionais.

  • Cessar-fogo de 30 dias na Síria
    2:07