sicnot

Perfil

Economia

Siemens anuncia redução adicional de 4.500 empregos a nível mundial

 O grupo alemão Siemens anunciou hoje que vai suprimir 4.500 postos de trabalho adicionais em todo o mundo, além da redução de 7.800 anunciada em fevereiro, como parte de um plano de reestruturação em curso.

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

© Lukas Barth / Reuters

O corte vai afetar cerca de 2.200 empregos na Alemanha.

A Siemens, com sede em Munique, conta atualmente com mais de 300.000 funcionários.

O presidente executivo da Siemens, Joe Kaeser, revelou em maio de 2014 que a maior empresa de engenharia da Europa pretendia cortar pelo menos 11.600 postos de trabalho, numa ação para reduzir custos de mil milhões de euros até 2016.

O anúncio dos cortes adicionais foi feito a par da apresentação dos resultados financeiros da empresa, que aumentou em 92% o lucro líquido do primeiro semestre fiscal (iniciado em outubro de 2014), até 5.004 milhões de euros, após a venda de ativos.

Só no segundo trimestre fiscal (entre janeiro e março), os lucros líquidos foram de 3.890 milhões de euros, ou seja, mais 247% do que nos primeiros três meses do ano passado, informou a empresa, que beneficiou da depreciação do euro frente ao dólar.


Lusa
  • A SIC foi dar uma volta de bicicleta

    País

    Há 90 anos, cerca de 40 ciclistas partiam do Marquês de Pombal, em Lisboa, para a primeira etapa da 1.ª Volta a Portugal de Bicicleta. Hoje, um grupo de investigadores repete o percurso, até Setúbal, dando início a uma viagem que pretende incentivar o uso da bicicleta como meio de transporte no dia-a-dia. Um jornalista da SIC segue no pelotão e pode acompanhar a viagem em direto no Facebook da SIC Notícias.

    SIC

  • Ministro pede aos pais que vacinem os filhos e não vão "em modas"
    2:11

    Surto de sarampo

    O ministro da Saúde deixou esta terça-feira um apelo aos pais para vacinarem os filhos e não se deixarem ir em "modas". Adalberto Campos Fernandes vai reforçar as parcerias entre Ministério da Saúde e Educação. Durante a inauguração da unidade de saúde de Algés, o ministro deixou a garantia de que as novas medidas para combater epidemias como a do sarampo serão conhecidas no Dia Mundial da Criança.