sicnot

Perfil

Economia

Siemens anuncia redução adicional de 4.500 empregos a nível mundial

 O grupo alemão Siemens anunciou hoje que vai suprimir 4.500 postos de trabalho adicionais em todo o mundo, além da redução de 7.800 anunciada em fevereiro, como parte de um plano de reestruturação em curso.

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

© Lukas Barth / Reuters

O corte vai afetar cerca de 2.200 empregos na Alemanha.

A Siemens, com sede em Munique, conta atualmente com mais de 300.000 funcionários.

O presidente executivo da Siemens, Joe Kaeser, revelou em maio de 2014 que a maior empresa de engenharia da Europa pretendia cortar pelo menos 11.600 postos de trabalho, numa ação para reduzir custos de mil milhões de euros até 2016.

O anúncio dos cortes adicionais foi feito a par da apresentação dos resultados financeiros da empresa, que aumentou em 92% o lucro líquido do primeiro semestre fiscal (iniciado em outubro de 2014), até 5.004 milhões de euros, após a venda de ativos.

Só no segundo trimestre fiscal (entre janeiro e março), os lucros líquidos foram de 3.890 milhões de euros, ou seja, mais 247% do que nos primeiros três meses do ano passado, informou a empresa, que beneficiou da depreciação do euro frente ao dólar.


Lusa
  • Novas regras para os pagamentos em dinheiro vivo

    Economia

    Os pagamentos em dinheiro acima de 3.000 euros são proibidos a partir de quarta-feira, mas aos não residentes são permitidos pagamentos até 10 mil euros, ou o equivalente em moeda estrangeira, segundo um diploma hoje publicado.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.