sicnot

Perfil

Economia

Secção de interesses de Cuba nos EUA já pode realizar operações financeiras

A secção de interesses de Cuba em Washington confirmou hoje que encontrou um banco para realizar operações nos Estados Unidos, um importante passo para facilitar a reabertura de uma embaixada na capital norte-americana.

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

© Alexandre Meneghini / Reuters

Em comunicado, a secção de interesses de Cuba confirmou o que já tinha sido anunciado por um funcionário do Departamento de Estado norte-americano e assegurou que foram restabelecidos os serviços bancários, o que "garantirá o normal funcionamento da missão diplomática cubana".

A secção de interesses de Cuba em Washington não tinha há mais de um ano um banco para realizar operações devido ao embargo comercial à ilha.

Cuba tinha mencionado a resolução daquele problema como uma das prioridades das negociações com os Estados Unidos para normalizarem as relações diplomáticas.

Altos funcionários dos Estados Unidos e Cuba voltaram hoje a reunir-se em Washington para uma quarta ronda de negociações sobre o restabelecimento das suas relações diplomáticas.



Lusa
  • Queda de avioneta em Espanha causa 4 mortos

    Mundo

    Uma avioneta com destino a Cascais, em que seguia uma família de quatro pessoas - dois adultos e dois menores - caiu em Sotillo de las Palomas, em Toledo, Espanha.

    Em desenvolvimento

  • Um discurso histórico com os pedidos de sempre
    2:30

    País

    Jerónimo de Sousa voltou este domingo a pedir a renegociação da dívida e a saída de Portugal do euro. Num discurso historicamente curto, apenas 15 minutos, no encerramento do Congresso do PCP, o reeleito secretário-geral comunista anunciou que o aumento dos salários e a reversão das alterações à legislação laboral são duas prioridades para os próximos tempos.

  • Mais de 50 milhões de italianos decidem futuro do país
    1:43

    Mundo

    Este domingo, está nas mãos de mais de 50 milhões de eleitores italianos o futuro do país. Mais do que um voto à reforma constitucional, o referendo terá consequências políticas diretas no Governo italiano. As urnas fecham às 23h00, 22h00 em Lisboa. Os primeiros resultados são esperados meia hora depois.