sicnot

Perfil

Economia

Albuquerque sai em defesa de Carlos Costa

Albuquerque sai em defesa de Carlos Costa

A recondução de Carlos Costa marcou o debate desta manhã no Parlamento. A ministra das Finanças defendeu o governador, mas não se alongou em comentários. Face às críticas da oposição reafirmou apenas que a avaliação feita pelo Governo é positiva.

  • Portas diz que recondução de Carlos Costa é importante para vender Novo Banco
    0:46

    Economia

    Paulo Portas diz que a recondução de Carlos Costa como governador do Banco de Portugal é importante para assegurar a estabilidade do sistema financeiro. O vice-primeiro-ministro tinha criticado a supervisão, na comissão de inquérito ao caso BES, por não ter evitado o colapso do banco. Esta manhã, à saída do Fórum Económico Portugal-Tunísia, em Lisboa, Portas defendeu que "não se deve mudar o vendedor do Novo Banco a meio da venda".

  • Recondução de Carlos Costa em debate no Quadratura do Círculo
    2:43

    Quadratura do Círculo

    Lobo Xavier defendeu ontem à noite que os partidos da maioria deveriam ter discutido com o PS a recondução de Carlos Costa. No programa Quadratura do Círculo, Pacheco Pereira notou que apenas o CDS-PP levantou uma objeção, mas foi Jorge Coelho quem mais criticou a forma como foi anunciada a decisão. O socialista chega a acusar o Governo de arrogância.

  • "Tudo o que o Benfica está a fazer é uma forma de coação"
    1:59
    Play-Off

    Play-Off

    DOMINGO 22:00

    As queixas do Benfica contra a Federação Portuguesa de Futebol e a Liga foram tema de debate no Play-Off da SIC Notícias. Rodolfo Reis, Manuel Fernandes e Rui Santos acreditam que a posição está relacionada com o clássico Benfica-Porto do próximo sábado. Já João Alves considera que estes comunicados podem prejudicar o Benfica.

  • A primeira vez do Sr. Árbitro
    12:41
  • O pedido de desculpas de Dijsselbloem
    2:12

    Mundo

    O Governo português continua a mostrar a indignação que diz sentir perante as declarações do presidente do Eurogrupo. O ministro dos Negócios Estrangeiros português garante que com Dijsselbloem "não há conversa possível". Jeroen Dijsselbloem começou por recusar pedir desculpa mas depois cedeu perante a onda de indignação.