sicnot

Perfil

Economia

Isabel dos Santos compra 65% da Efacec

A empresária angolana Isabel dos Santos, através da Sociedade Winterfell, anunciou esta quinta-feira a compra de 65% da Efacec Power Soluntions, que agrupa as atividades centrais do grupo Efacec, com o objetivo de reforçar financeiramente a empresa portuguesa. 

A empresária angolana, Isabel dos Santos. (Arquivo)

A empresária angolana, Isabel dos Santos. (Arquivo)

SIC

"A Sociedade Winterfell, maioritariamente detida por Isabel dos Santos e que também é participada pela Empresa Nacional de Distribuição de Eletricidade (ENDE), formalizou hoje a aquisição de 65% da Efacec Power Solutions, numa iniciativa que visa reforçar financeiramente a empresa portuguesa, aumentar a sua capacidade de investimento e atuação no mercado e relançar a sua estratégia de internacionalização através de uma orientação para áreas e geografias em que detém capacidades competitivas superiores", adianta num comunicado.

A Efacec Power Solutions agrupa as atividades centrais do grupo Efacec, que inclui a energia, com transformadores, aparelhagem, automação e mobilidade elétrica, e engenharia, registando um volume de negócios de cerca de 500 milhões de euros anuais, tem uma equipa de 2.500 colaboradores e atividade em 80 países.

"Este é um investimento estratégico e de longo prazo", adianta a Sociedade Winterfell, em comunicado.

"As competências da Efacec Power Solutions assumem uma particular relevância para os novos acionistas dado que esta parceria contribuirá para o desenvolvimento da exportação de conhecimento e para a partilha de tecnologia", refere, adiantando que "os acionistas da Sociedade Winterfell acreditam, em particular, que a economia angolana sairá beneficiada dado o 'know how' da Efacec para áreas chave do seu crescimento económico".

A operação fica agora à espera da aprovação da Autoridade da Concorrência.

A Winterfell garante que a Efacec Capital "manter-se-á no capital social da Efacec Power Solutions com uma participação de 35%".

"O nosso investimento consubstancia um projeto de parceria de longo prazo que visa reforçar a capacidade financeira da Efacec, aumentando a sua capacidade de aceder a novos mercados e competências", afirmou Mário Leite Silva, representante da empresária angolana.

"Apostamos na Efacec porque se trata de uma das empresas portuguesas mais internacionalizadas, uma histórica da engenharia com equipas qualificadas e excelentes quadros. Queremos ajudá-los a prosseguir uma estratégia global a partir de agora mais orientada para áreas e geografias em que detêm capacidades competitivas superiores", disse, após o anúncio da operação.

"A economia angolana sai beneficiada com esta aquisição dado a expertise da Efacec em áreas fundamentais para o crescimento económico e o desenvolvimento de Angola como são as competências de engenharia e da energia, nomeadamente produção energética, redes elétricas, ambiente, mobilidade urbana e transportes", concluiu Mário Leite Silva.

Também os grupos José de Mello e a Têxtil Manuel Gonçalves comunicaram a operação, adiantando que chegaram a acordo com a Winterfell para a venda da sua posição na Efacec Power Solutions (EPS), empresa constituída no âmbito do processo de reestruturação do universo de participações da Efacec.

"O acordo de parceria hoje anunciado é o culminar de um processo negocial que representa uma solução que privilegia o futuro da Efacec e maximiza o seu valor, reforçando a continuidade e o desenvolvimento da empresa", sublinham, adiantando que a entrada de Isabel dos Santos na estrutura da EPS, esta "vê reforçado o seu balanço, ganha condições para dar continuidade ao plano de expansão internacional dos seus negócios, em particular em África, e mantém o seu contributo para a economia nacional".

Com este acordo, "os grupos José de Mello e Têxtil Manuel Gonçalves assumem o estatuto de acionistas minoritários da EPS e permanecem detentores da totalidade da Efacec Capital, sociedade que continuará a deter e a gerir os negócios de manutenção e de energias renováveis, que ficaram fora do perímetro da EPS".
Lusa
  • "Temos de jogar melhor do que frente à Espanha"
    0:45
  • Ronaldo é o jogador que mais preocupa os marroquinos
    2:35
  • Recorda-se de Tahar? O ex-futebolista marroquino que já jogou em Portugal
    6:10
  • "Somos 11 milhões, queremos ser campeões e as russas são grandes canhões"
    3:54
  • Denis Cheryshev: o orgulho dos anfitriões

    Mundial 2018 / Rússia

    O avançado Denis Cheryshev foi eleito o Homem do Jogo entre Rússia e Egito, que os russos venceram por 3-1. Marcou o segundo golo dos anfitriões, o terceiro em nome próprio no Mundial e juntou-se a Cristiano Ronaldo no topo da lista de melhores marcadores. Aos 27 anos e a jogar o primeiro Mundial da carreira, Cheryshev continua a assumir-se como um dos principais rostos da esperança russa para o sucesso desta campanha. Depois de já ter sido o melhor em campo no triunfo sobre a Arábia Saudita, a nação anfitriã vê-o como uma espécie de porta-estandarte do orgulho russo na defesa da pátria.

  • Gato Achilles acerta no resultado do Rússia-Egito

    Desporto

    O gato Achilles é o adivinho dos jogos do Mundial na Rússia. Depois de ter acertado na vitória da Rússia frente à Arábia Saudita, o felino voltou a apostar na equipa certa, com os russos a vencerem esta terça-feira o Egipto por 3-1.

  • Os momentos que marcaram o 6.º dia de Mundial
    0:58
  • Ronaldo no País dos Sovietes: O espetáculo fora das quatro linhas
    2:30
  • "Quando o Cristiano Ronaldo te convidar para almoçar, recusa"

    Desporto

    Na possibilidade de ser convidado por Cristiano Ronaldo para um almoço ou jantar, recuse. Este é o conselho de Patrice Evra, que revelou o "sofrimento" que passou quando aceitou almoçar em casa do capitão da seleção nacional, na altura em que ambos jogavam pelo Manchester United. O jogador francês falou sobre a comida "demasiado saudável" e o exercício que acabou por ter de fazer, enquanto podia estar a descansar.

    SIC

  • "Quero ir com a minha tia", o desespero das crianças afastadas dos pais nos EUA
    2:11

    Mundo

    A nova política de imigração de Donald Trump está a suscitar reações indignadas. Na fronteira com o México, as crianças refugiadas estão a ser retiradas à força aos pais e levadas para centros de acolhimento. Esta terça-feira, foi divulgado um registo áudio de uma criança a suplicar pelos pais a um dos agentes da polícia fronteiriça.

  • Protecionismo de Trump abala Wall Street

    Economia

    Abalada pela exacerbação das disputas comerciais entre os EUA e a China, a bolsa nova-iorquina encerrou esta terça-feira em baixa, com o seletivo Dow Jones a fechar em queda pela sexta sessão consecutiva.