sicnot

Perfil

Economia

Lloyds Bank condenado a pagar 160 milhões de euros a clientes

O banco britânico Lloyds, presidido pelo português António Horta Osório, foi condenado a pagar 117 milhões de libras, 160 milhões de euros,  pelo regulador financeiro do Reino Unido. 

© Toby Melville / Reuters

O escândalo remonta aos anos 1990, quando os bancos britânicos começaram a vender massivamente seguros. 

Desde 2011 que, um tribunal decidiu que os vendedores, destes seguros de crédito, têm de pagar uma compensação aos consumidores lesados.

Trata-se de uma multa recorde imposta, esta sexta-feira, pelo regulador do Reino Unido. 

O objetivo não é sancionar as falhas e erros do Lloyds, mas a forma como o banco tem gerido as queixas dos clientes.

A Autoridade de Conduta Financeira diz que, só entre março de 2012 e maio de 2013,  o banco rejeitou 37% de reclamações dos clientes. 


  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalam-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.