sicnot

Perfil

Economia

Preço dos bilhetes na Carris e Metro não vai aumentar, garante Governo

Preço dos bilhetes na Carris e Metro não vai aumentar, garante Governo

O secretário de Estado dos Transportes garante que a concessão da Carris e do Metro da Lisboa não vai levar ao aumento do preço dos bilhetes. Sérgio Monteiro adianta que a avaliação às candidaturas vai ser conhecida amanhã.

"Amanhã de manhã será disponibilizado o relatório preliminar e o resultado, do ponto de vista financeiro, é muito vantajoso para ambas as empresas", disse o secretário de Estado, sem avançar detalhes.

Falando em conferência de imprensa após a reunião semanal do Conselho de Ministro, o membro do Governo assegurou que, através desta subconcessão, haverá "a eliminação integral das indemnizações compensatórias" e que não haverá aumento do preço dos bilhetes.

"O valor dos bilhetes só pode aumentar [indexado] à taxa de inflação, a cada ano", disse.

O presidente da Câmara de Lisboa anunciou na terça-feira que a autarquia irá apresentar esta semana as ações principais que estão na base das providências cautelares interpostas para travar os concursos de subconcessão do Metro e da Carris.

O Tribunal Administrativo de Lisboa aceitou, em maio, duas providências cautelares interpostas pelo município para travar os concursos de subconcessão. Mas, como a Carris e o Metropolitano entregaram ao Tribunal Administrativo uma "resolução fundamentada" no interesse público, os concursos deixaram de estar suspensos.

O Governo aprovou a 26 de fevereiro a subconcessão do Metro e da Carris e, em março, foi publicado em Diário da República o anúncio do concurso público internacional.

A 06 de abril, o PS entregou no Tribunal Constitucional um pedido de fiscalização sucessiva da constitucionalidade do diploma do Governo que prevê a concessão dos transportes públicos de Lisboa Carris e Metro.

No âmbito do novo quadro jurídico das concessões da Carris e do Metro, o Estado, na qualidade de concedente, fica com os poderes de estabelecer as tarifas mínimas e máximas pela utilização do serviço público.

Na segunda-feira, o secretário de Estado dos Transportes, Sérgio Monteiro, anunciou que cinco candidatos apresentaram propostas para as subconcessões do Metropolitano de Lisboa e da Carris, das quais três são conjuntas às duas empresas.

Apresentaram uma proposta conjunta a transportadora parisiense RATP (Régie Autonome des Transports Parisiens), a britânica National Express e a espanhola Avanza.

Na Carris estão interessados ainda a Barraqueiro - que faz parte do consórcio que recentemente venceu o concurso para a privatização da TAP - em conjunto a TCC (Transports Ciutat Comtal), que integra o consórcio que venceu o concurso público para a subconcessão da STCP, transportes públicos do Porto.

Para a gestão do Metro de Lisboa candidatou-se ainda a francesa Transdev.

De fora desta subconcessão fica a Carristur, empresa dedicada ao turismo detida pela Carris.


Com Lusa
  • Pagaram 10 libras por diamante que vale milhares

    Mundo

    Há 30 anos um comprador adquiriu um anel de diamantes de 26.27 quilates por apenas 10 libras (cerda de 11 euros) numa feira em Isleworth, no oeste Londres. O proprietário passeou durante três décadas com uma peça que valia cerca de 350.000 libras (407.000€) e não sabia. Confessa que até a usava durante as tarefas domésticas.

    SIC

  • Leão-marinho arrasta criança de doca em Vancouver
    0:51

    Mundo

    O momento em que um leão-marinho arrasta uma menina para a água foi gravado e publicado na internet. Sem nada que fizesse prever, o animal puxou a criança que estava sentada numa doca em Vancouver, no Canadá. A criança foi resgatada de imediato por um familiar e apesar do susto não sofreu ferimentos. O momento de aflição foi testemunhado por vários turistas.

  • Caçador morre esmagado por elefante

    Mundo

    Um famoso caçador morreu na sexta-feira após ser esmagado por um elefante quando estava a caçar. A morte foi confirmada pelas autoridades do Zimbabué, que adiantaram ainda que o animal foi morto por um dos caçadores do grupo de Theunis Botha.