sicnot

Perfil

Economia

Trabalhadores da TAP reúnem-se hoje com apoio da oposição

Os trabalhadores da TAP reúnem-se hoje em plenário para demonstrar que não desistiram da luta contra a privatização, que consideram ser o caminho para a destruição de uma das mais importantes empresas do país. 

Armando Franca

O plenário dos trabalhadores da TAP e da Groundforce, que se inicia às 15:00 na sede da empresa em Lisboa, contará com a presença dos deputados do PS Rui Paulo Figueiredo, do PCP Miguel Tiago e do Bloco de Esquerda Mariana Mortágua. O secretário-geral da CGTP, Arménio Carlos, também vai estar presente. 

"Apesar do Governo tentar dar este processo como finalizado, é importante lembrar que ainda falta a decisão do Supremo Tribunal Administrativo quando à ação popular e as providências cautelares interpostas bem como o visto obrigatório do Tribunal de Contas e da Comissão Europeia relativamente a este negócio", lembra a estrutura sindical do grupo TAP.

O Governo anunciou na semana passada que decidiu vender o grupo TAP, dono da transportadora aérea nacional, ao consórcio Gateway, do empresário português Humberto Pedrosa e do empresário norte-americano e brasileiro David Neeleman. 

Os trabalhadores dizem que não desistiram da luta, "pois a privatização da TAP será a destruição de uma das mais importantes empresas de Portugal, com a inevitável redução do número de trabalhadores". 

O contrato entre o Estado e o consórcio vencedor da privatização da TAP será assinado no dia 24 de junho. 

A estrutural sindical que estará presente no plenário, promovido pela comissão de trabalhadores da TAP e da Groundforce, é composta pelos três sindicatos que não assinaram o memorando de entendimento com o Governo, em dezembro: Sitava - Sindicato dos Trabalhadores de Aviação e Aeroportos, SINTAC - Sindicato Nacional dos Trabalhadores da Aviação Civil e SNPVAC - Sindicato Nacional do Pessoal de Voo da Aviação Civil. 


Lusa
  • O dia que roubou dezenas de vidas em Pedrógrão Grande
    3:47
  • Morreu Miguel Beleza

    País

    Miguel Beleza, economista e antigo ministro das Finanças, morreu esta quinta-feira de paragem cardio-respiratória aos 67 anos.

  • "Estamos a ficar sem espaço. Está na hora de explorar outros sistemas solares"

    Mundo

    O físico e cientista britânico Stephen Hawking revelou alguns dos seus desejos para um novo plano de expansão espacial. Hawking está em Trondheim, na Noruega, para participar no Starmus Festival que promove a cultura científica. E foi lá que o físico admitiu que a população mundial está a ficar sem espaço na Terra e que "os únicos lugares disponíveis para irmos estão noutros planetas, noutros universos".

    SIC

  • Não posso usar calções... visto saias

    Mundo

    Perante a proibição de usar calções no emprego, um grupo de motoristas franceses adotou uma nova moda para combater o calor. Os trabalhadores decidiram trocar as calças por saias, visto que a peça de roupa é permitida no uniforme da empresa para a qual trabalham.

  • De refugiada a modelo: a história de Mari Malek

    Mundo

    Mari Malek chegou aos Estados Unidos da América quando era ainda uma criança. Chegada do Sudão do Sul, a menina era uma refugiada à procura de um futuro melhor, num país que não era o seu. Agora, anos depois, Mari Malek é modelo, DJ e atriz, e vive em Nova Iorque. Fundou uma organização sediada no país onde nasceu voltada para as crianças que passam por dificuldade, como também ela passou.