sicnot

Perfil

Economia

"Piropos" do Governo grego fazem parte de estratégia política, diz Marques Guedes

O ministro da Presidência considerou hoje que o Governo grego tem dirigido "piropos" a Portugal e outros países do sul da Europa como parte da sua estratégia política, e manifestou dúvidas sobre o resultado.

Luís Marques Guedes (Lusa / Arquivo)

Luís Marques Guedes (Lusa / Arquivo)

TIAGO PETINGA

"É a estratégia política que o Governo grego está a seguir. Veremos qual é o resultado", afirmou Luís Marques Guedes, em conferência de imprensa, no final do Conselho de Ministros. 

Questionado sobre as referências feitas a Portugal pelo primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, o ministro da Presidência qualificou-as de "piropos" que têm sido "muitas vezes" dirigidos a Portugal, mas também a outros países do sul da Europa.

"Eu penso, com toda a franqueza, que isso tem que ver com uma estratégia política da parte do próprio Governo grego, que obviamente eu não vou comentar", disse Luís Marques Guedes. 

"Posso achar, neste ou naquele momento, que são de mau gosto, mas compreendo que faz parte de uma política. E é a estratégia política que o Governo grego está a seguir. Veremos qual é o resultado", acrescentou.

Interrogado sobre que balanço o Governo português faz dos acontecimentos dos últimos dias, e que ponto da situação pode fazer, com base nas informações de que dispõe, o ministro da Presidência não quis fazer nenhuma leitura ou análise das negociações em curso sobre o futuro da Grécia.

"A decisão relativamente ao problema grego é uma decisão europeia. Não é uma decisão individual de nenhum país em particular, e seguramente não do nosso país em concreto", justificou. 

Marques Guedes reiterou apenas que o Governo português está "empenhado numa boa solução que poupe o povo grego a mais provações do que aquelas que já tem tido", no quadro das "regras de participação da zona euro". 

"Essa é uma decisão que parte, em primeira linha parte, da própria Grécia, como é evidente, de aceitar as regras de participação na zona euro, e por outro lado da própria zona euro, da própria Europa", disse o ministro.

"O Governo português continua obviamente empenhado e esperançado em que se encontre uma solução que seja boa para a Grécia e boa para a Europa", acrescentou.






Lusa

  • Militar ferido com gravidade em acidente com Pandur
    1:19

    País

    O acidente em Vila Real que envolveu uma viatura militar fez três feridos. Uma das vítimas ficou em estado grave e teve de ser transportada de helicóptero para o Hospital Santo António do Porto. O militar ficou encarcerado no veículo blindado, o que dificultou os trabalhos de socorro.

  • Ricardo Salgado constituído arguido e interrogado no DCIAP
    2:46

    Operação Marquês

    O ex-presidente do BES está a ser ouvido no DCIAP, a responder às questões do procurador Rosário Teixeira e do inspetor da Autoridade Tributária Paulo Silva. Têm sido levantadas dúvidas quanto ao dinheiro em contas de Carlos Santos Silva, amigo de José Sócrates, e suspeita-se que grande parte desses 20 milhões de euros tenham vindo de sociedades com ligação ao grupo Espírito Santo.

  • Bebé nasce na Ucrânia com ADN de três pais

    Mundo

    Nasceu a 5 de janeiro, na Ucrânia, uma menina filha de um casal infértil graças à ajuda de uma nova técnica de fertilização in vitro, que conta com a colaboração de uma terceira pessoa. De acordo com o britânico The Times, os médicos utilizaram pela primeira vez um método denominado transferência pronuclear. Esta não é, contudo, a primeira vez que nasce um bebé com ADN de três progenitores.

  • CIA desvenda segredos de quase 50 anos de História

    Mundo

    A CIA publicou online quase 12 milhões de documentos confidenciais. Basta uma ligação à Internet para navegar por entre 50 anos de relatórios outrora secretos. Entre os milhões de páginas, estão documentos sobre um eventual assassínio de Fidel Castro, detalhes sobre os crimes de guerra nazis, relatórios sobre avistamentos de OVNI e um estudo sobre telepatia denominado "Projeto Star Gate".