sicnot

Perfil

Economia

"Piropos" do Governo grego fazem parte de estratégia política, diz Marques Guedes

O ministro da Presidência considerou hoje que o Governo grego tem dirigido "piropos" a Portugal e outros países do sul da Europa como parte da sua estratégia política, e manifestou dúvidas sobre o resultado.

Luís Marques Guedes (Lusa / Arquivo)

Luís Marques Guedes (Lusa / Arquivo)

TIAGO PETINGA

"É a estratégia política que o Governo grego está a seguir. Veremos qual é o resultado", afirmou Luís Marques Guedes, em conferência de imprensa, no final do Conselho de Ministros. 

Questionado sobre as referências feitas a Portugal pelo primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, o ministro da Presidência qualificou-as de "piropos" que têm sido "muitas vezes" dirigidos a Portugal, mas também a outros países do sul da Europa.

"Eu penso, com toda a franqueza, que isso tem que ver com uma estratégia política da parte do próprio Governo grego, que obviamente eu não vou comentar", disse Luís Marques Guedes. 

"Posso achar, neste ou naquele momento, que são de mau gosto, mas compreendo que faz parte de uma política. E é a estratégia política que o Governo grego está a seguir. Veremos qual é o resultado", acrescentou.

Interrogado sobre que balanço o Governo português faz dos acontecimentos dos últimos dias, e que ponto da situação pode fazer, com base nas informações de que dispõe, o ministro da Presidência não quis fazer nenhuma leitura ou análise das negociações em curso sobre o futuro da Grécia.

"A decisão relativamente ao problema grego é uma decisão europeia. Não é uma decisão individual de nenhum país em particular, e seguramente não do nosso país em concreto", justificou. 

Marques Guedes reiterou apenas que o Governo português está "empenhado numa boa solução que poupe o povo grego a mais provações do que aquelas que já tem tido", no quadro das "regras de participação da zona euro". 

"Essa é uma decisão que parte, em primeira linha parte, da própria Grécia, como é evidente, de aceitar as regras de participação na zona euro, e por outro lado da própria zona euro, da própria Europa", disse o ministro.

"O Governo português continua obviamente empenhado e esperançado em que se encontre uma solução que seja boa para a Grécia e boa para a Europa", acrescentou.






Lusa

  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • Proteção Civil aponta falhas do SIRESP, operadora diz que esteve à altura do fogo
    4:22
  • Temer pode cair menos de um ano depois da queda de Dilma
    3:06
  • Imagens do resgate de crianças feridas num bombardeamento na Síria
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos acusam o regime sírio de estar a preparar um novo ataque químico e avisam Bashar al-Assad que vai pagar caro se o concretizar. No terreno, os ataques aéreos continuam a fazer vítimas civis. Da periferia de Damasco chegam imagens dramáticas do resgate de duas crianças feridas num bombardeamento.

  • Mulher atira moedas para o motor do avião por superstição

    Mundo

    As superstições levam as pessoas a fazer coisas bizarras e até, mesmo, perigosas. Este foi o caso de uma mulher chinesa que decidiu atirar moedas para o motor de um avião, para garantir boa sorte na viagem, que estava prestes a fazer. Contudo, a ação obrigou ao atraso do voo que partia de Xangai, numa companhia aérea chinesa.

  • Modelo italiana atacada com ácido volta ao trabalho

    Mundo

    Gessica Notaro, antiga concorrente do concurso Miss Itália, já regressou ao trabalho como treinadora de leões marinhos, cinco meses depois de ter sido atacada com ácido, alegadamento pelo ex-namorado, Jorge Edson Tavares. Gessica Notaro diz que quer inspirar e encorajar outras mulheres a lutar contra o assédio e o bullying nas relações.