sicnot

Perfil

Economia

Confiança dos consumidores desce, dos empresários sobe

O indicador de confiança dos consumidores continuou a desdeminuir em junho, mas a confiança dos empresários voltou a aumentar e atingiu valores máximos de maio de 2008, revelou hoje o Instituto Nacional de Estatística (INE).

© Jose Manuel Ribeiro / Reuters

A diminuição do indicador de confiança dos consumidores foi sobretudo reflexo do contributo negativo das perspetivas de evolução da poupança, explica o INE, que atribui ainda esta queda às perspetivas sobre a situação financeira do agregado familiar e sobre a situação económica do país. 

A avaliação do instituto baseia-se numa média das respostas dos últimos três meses, mas considerando apenas junho os dados são positivos: "No entanto, não considerando médias móveis, o indicador de confiança aumentou nos últimos dois meses", escreve o INE na nota de divulgação. 

Contudo, nem todos os empresários portugueses acompanham o negativismo dos consumidores, registando-se em junho uma melhoria na confiança em dois dos quatro setores analisados (indústria transformadora e serviços), uma estabilização no indicador do comércio e uma diminuição no indicador da construção e obras públicas. 

Na indústria transformadora, o indicador de confiança aumentou de forma ténue em junho, devido ao contributo positivo das apreciações sobre a procura global e das perspetivas de produção, fixando o máximo desde abril de 2008.

Em contrapartida, o indicador da construção e obras públicas diminuiu ligeiramente em resultado da evolução negativa das expectativas de emprego, uma vez que o saldo das opiniões sobre a carteira de encomendas aumentou. 

O indicador de confiança do comércio estabilizou em junho no valor mais elevado desde agosto de 2001, refletindo as expetativas positivas sobre as vendas e o contributo negativo das opiniões sobre o volume de stocks.

O indicador de confiança dos serviços recuperou em junho, devido ao comportamento positivo das opiniões sobre a atividade da empresa e sobre a evolução da carteira de encomendas e das perspetivas sobre a evolução da procura, mais significativo no primeiro caso.


  • Alianças do PS marcam discursos no Congresso do PS
    2:51
  • Souto de Moura feliz com distinção na Bienal de Arquitetura de Veneza
    1:10
  • "Sonho com um futuro melhor", o desejo de um jovem sírio em Portugal
    2:12

    País

    Mais de 50 jovens sírios chegaram esta madrugada a Lisboa, para iniciarem o novo ano letivo, em Portugal. Sonham com um futuro melhor. Sonham com uma educação melhor. Os 54 estudantes vieram ao abrigo do programa lançado pelo antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, que nos últimos anos já deu uma nova oportunidade a cerca de 200 alunos. Depois de um curso intensivo de português durante três meses, os jovens vão iniciar o ano letivo em vários pontos do país.

  • Chamas do incêndio no Europa Park na Alemanha atingiram os 15 metros de altura
    0:57