sicnot

Perfil

Economia

Britânico reúne 65.000 euros em "crowfunding" para resgatar a Grécia

Um jovem britânico recolheu 65.000 euros através de uma operação de financiamento participativo, ou "crowfunding", na esperança de conseguir 1,6 mil milhões de euros que a Grécia tem de pagar ao Fundo Monetário Internacional (FMI).

© Pawel Kopczynski / Reuters

Thom Feeney, um londrino de 29 anos, que trabalha numa loja de sapatos no distrito de Covent Garden, apela a todos os cidadãos europeus para doarem um valor equivalente ao "preço de uma salada de azeitonas e queijo feta" para ajudar a Grécia a cobrir a parcela do empréstimo que deve ao FMI (Greek Bailout Fund)

Até hoje de manhã, através do sítio eletrónico especializado Indiegogo, mais de 4.500 pessoas responderam ao seu apelo, reunindo uma quantidade significativa, mas ainda muito longe do valor necessário.

Thom Finney promete recompensas para os doadores: um cartão postal do primeiro-ministro grego Alexis Tsipras para doações de três euros; uma salada caseira de azeitonas e queijo feta para quem doar seis euros, uma garrafa de Ouzo para 10 euros e uma garrafa de vinho grega para valores a partir dos 25 euros.

Inicialmente, Finney prometeu também uma pequena ilha grega para quem oferecesse o montante total de 1,6 mil milhões, "mas o Indiegogo enviou um ´e-mail` a afirmar que tal não seria permitido, porque o governo grego não tinha formalmente concordado com a proposta".  

Questionado sobre o que o motivou a tomar esta iniciativa, Thom Finney disse que estava "cansado do prolongamento da crise grega, com os políticos a adiar constantemente, enquanto pessoas reais são afetadas pela situação".

 

Lusa

  • Grécia tem mais de um milhão de pobres
    2:19

    Economia

    Desde 2010, ano em que a Grécia pediu o primeiro resgate, que o desemprego e a pobreza não pararam de subir. Hoje a Grécia tem mais de um milhão de pobres, muitos deles desempregados há vários anos e sem qualquer perspectiva de futuro. A reportagem é dos enviados da SIC a Atenas.

  • Grécia não paga ao FMI
    2:39

    Economia

    As negociações não foram reatadas mas estão a decorrer contactos ao telefone entre Tsipras e Junker, o presidente da Comissão Europeia. Até agora não há qualquer sinal de entendimento, numa altura em que o tempo está a esgotar-se. Se nada se alterar nas próximas horas, a Grécia vai falhar hoje o pagamento de 1.600 mihões de euros ao FMI.

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.