sicnot

Perfil

Economia

Carvão foi a principal fonte de produção de eletricidade no primeiro semestre

A produção de eletricidade a partir do carvão disparou 59% no primeiro semestre deste ano em relação ao período homólogo, tendo sido a principal fonte energética ao abastecer 26% do consumo nacional, segundo os dados da REN. 

No primeiro semestre deste ano, as centrais a carvão produziram 6449 gigawatts/hora (GWh), valor que compara com os 4.065 GWh do período homólogo, compensando a queda na produção das fontes renováveis registada nos primeiros seis meses do ano, sobretudo da hídrica. (Arquivo)

No primeiro semestre deste ano, as centrais a carvão produziram 6449 gigawatts/hora (GWh), valor que compara com os 4.065 GWh do período homólogo, compensando a queda na produção das fontes renováveis registada nos primeiros seis meses do ano, sobretudo da hídrica. (Arquivo)

© Amr Dalsh / Reuters

No primeiro semestre deste ano, as centrais a carvão produziram 6449 gigawatts/hora (GWh), valor que compara com os 4.065 GWh do período homólogo, compensando a queda na produção das fontes renováveis registada nos primeiros seis meses do ano, sobretudo da hídrica. 

Entre janeiro e junho, a produção hídrica caiu 44% para 6.055 GWh, pouco mais do que a eólica, que registou uma produção 6.028 GWh, uma diminuição de 9% face ao mesmo período de 2014. 

Segundo os dados da gestora da rede elétrica, as fontes renováveis abasteceram 53% do consumo com as hidráulicas a representarem 22%, as eólicas 24%, a biomassa 5% e as fotovoltaicas 1,5%.  

No primeiro semestre do ano anterior, as renováveis tinham representado 73% do consumo devido às condições excecionais então verificadas.

A par com o aumento da atividade nas centrais a carvão, também acelerou a produção nas centrais de gás natural, com a produção a aumentar 43%, para 3.953 GWh. 

O consumo de energia elétrica aumentou 1,2% nos primeiros seis meses do ano, mas a variação é nula com a correção de temperatura e número de dias úteis face ao mesmo período do ano anterior. 

Lusa

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.