sicnot

Perfil

Economia

Eleições para o sindicato dos pilotos terminam hoje

Os cerca de 1.600 sócios do Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) terminam hoje a votação para a escolha de uma nova direção, de entre três listas, oito meses e meio após as últimas eleições. 

Desde segunda-feira que as mesas de voto estão a funcionar nas tardes dos cinco dias desta semana, na sede do SPAC, enquanto as urnas para os votos por correspondência estiveram, nos mesmos dias, no aeroporto de Lisboa.

As eleições foram convocadas há cerca de um mês, imediatamente após a renúncia do presidente do SPAC, Manuel Santos Cardoso, e vão ser disputadas por três listas: a 'F', a 'A' e a 'P'.

A lita 'F' é liderada por Carlos Damásio, a 'A' por David Paes e a 'P' por Daniel Paula.

Segundo fonte do SPAC, apenas um dos elementos da atual direção se recandidata, no âmbito da lista 'A'.

As últimas eleições também foram disputadas por três listas, uma das quais de continuidade da anterior direção, mas nenhum desses elementos se apresenta agora a votos. 

Manuel Santos Cardoso, que foi eleito em outubro e iniciou em meados de novembro o mandato de dois anos, renunciou ao cargo depois da greve de dez dias dos pilotos (entre 01 e 10 de maio) ter dividido a classe. 

A direção do SPAC que for eleita esta semana deverá tomar posse a 07 de julho e iniciar funções no dia seguinte.

 

 

Lusa

  • Sindicato dos Pilotos vai hoje a votos

    País

    Os cerca de 1.600 sócios do Sindicato dos Pilotos da Aviação Civil (SPAC) começam hoje a votar para escolher, até sexta-feira, uma nova direção, de entre três listas, oito meses e meio após as últimas eleições. 

  • O perfil do homicida de Barcelos
    2:42

    País

    Adelino Gomes Briote já tinha sido condenado por ofensas à integridade física da sogra e de uma filha. Em seis meses esta foi a segunda vez que o homem acusado do quádruplo homicídio em Barcelos esteve perante a justiça.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.

  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.

  • Guerra na Síria não dá tréguas
    1:51

    Mundo

    Na Síria e ao mesmo tempo que decorrem novas negociações de paz, a guerra não dá tréguas. As imagens mostram o resultados dos últimos raides aéreos nos subúrbios de Damasco. O balanço provisório é de mais de 30 mortos e pelo menos 50 feridos.