sicnot

Perfil

Economia

Bolsa de Nova Iorque recomeçou operações após três horas de suspensão

A bolsa de Nova Iorque recomeçou as operações às 15:10, hora local (20:10 em Lisboa), depois de uma suspensão de mais de três horas, devido a problemas técnicos não especificados.

© Lucas Jackson / Reuters

A suspensão aconteceu às 11:32, hora local (16:32 em Portugal continental), mas as transações eletrónicas e as plataformas alternativas continuaram a funcionar.

De acordo com o canal financeiro da televisão CNBC, os terminais da bolsa de Nova Iorque recomeçaram a aceitar ordens com um ritmo muito lento, a menos de uma hora do fecho da sessão.

Quando se reiniciaram as operações, e as transações, o Dow Jones Industrial, o principal indicador, baixava 1,14 %, até aos 17.573,93 pontos, enquanto o S&P 500 caía 1,32 %, até aos 2.053,79.

Tanto o Dow Jones como o S&P 500 incluem títulos da NYSE e do mercado Nasdaq, que não sofreram interrupções e que funcionam noutras instalações, em Times Square.

O índice composto do mercado Nasdaq baixava 1,52 %, até aos 4.921,50, quando foram retomadas as operações na bolsa de Nova Iorque.

As quebras são consequência das descidas bolsistas da China e da crise financeira da Grécia.

Lusa

  • Primeiro-ministro hoje na cidade da Praia 

    País

    O primeiro-ministro, António Costa, está hoje em Cabo Verde para a a IV cimeira bilateral entre Portugal e aquele país africano, aproveitando a passagem pela cidade da Praia para inaugurar a escola portuguesa.

  • Portugal sem resposta de Moçambique sobre português desaparecido em Maputo
    1:25

    País

    Portugal tem tentado, sem sucesso, obter respostas das autoridades moçambicanas sobre o rapto de um empresário português há sete meses. De acordo com a notícia avançada este domingo pelo jornal Público, uma carta enviada há duas semanas pelo Presidente da República ao homólogo moçambicano não teve resposta. O Governo de Moçambique tem ignorado pedidos de informação das autoridades portuguesas.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.