sicnot

Perfil

Economia

Bolsa de Nova Iorque recomeçou operações após três horas de suspensão

A bolsa de Nova Iorque recomeçou as operações às 15:10, hora local (20:10 em Lisboa), depois de uma suspensão de mais de três horas, devido a problemas técnicos não especificados.

© Lucas Jackson / Reuters

A suspensão aconteceu às 11:32, hora local (16:32 em Portugal continental), mas as transações eletrónicas e as plataformas alternativas continuaram a funcionar.

De acordo com o canal financeiro da televisão CNBC, os terminais da bolsa de Nova Iorque recomeçaram a aceitar ordens com um ritmo muito lento, a menos de uma hora do fecho da sessão.

Quando se reiniciaram as operações, e as transações, o Dow Jones Industrial, o principal indicador, baixava 1,14 %, até aos 17.573,93 pontos, enquanto o S&P 500 caía 1,32 %, até aos 2.053,79.

Tanto o Dow Jones como o S&P 500 incluem títulos da NYSE e do mercado Nasdaq, que não sofreram interrupções e que funcionam noutras instalações, em Times Square.

O índice composto do mercado Nasdaq baixava 1,52 %, até aos 4.921,50, quando foram retomadas as operações na bolsa de Nova Iorque.

As quebras são consequência das descidas bolsistas da China e da crise financeira da Grécia.

Lusa

  • MIT quer humanos a ajudar máquinas a decidir (quem morre)

    Mundo

    A "Máquina Moral" é uma plataforma online que recolhe a perspetiva humana em decisões que terão de ser tomadas por uma máquina. Por exemplo, quando um carro sem condutor se depara com o dilema do mal menor: em quem acertar - para evitar outros - num acidente de viação.

  • Daesh transforma drones em bombardeiros 

    Daesh

    As estratégias de combate do Daesh têm vindo a sofrer alterações, bem como a capacidade das forças militares iraquianas para confrontar e derrotar o inimigo. De acordo com o responsável do Exército dos EUA Brett Sylvia, comandante militar no Iraque, a tática mais recente desenvolvida pelo Daesh consiste em usar drones de uso comercial em pequenos bombardeiros, capazes de transportar e lançar granadas.