sicnot

Perfil

Economia

Futuro da Grécia decidido hoje?

Os ministros das Finanças da zona euro voltam a reunir-se hoje de manhã, para discutir o pedido do terceiro resgate grego.

© Christian Hartmann / Reuters

Ao fim de 9 horas de discussão, o encontro do Eurogrupo terminou sem entendimento. 


Ao que sic conseguiu apurar, os ministros querem que Atenas comece já a legislar na próxima semana e só depois estão dispostos a dar inicio às negociaçoes de um novo programa. 


Entrentao há também a notícia de que a Finlândia não vai aceitar um novo resgate financeiro para Atenas.

A reunião do Eurogrupo é retomada este domingo horas antes de dois encontros. Da parte da tarde está ainda prevista a cimeira de Estado e de Governo da zona euro e depois o Conselho Europeu. 


No final do encontro, o presidente do Eurogrupo afirmou que os trabalhos foram suspensos e que o processo é ainda dificil. 

A acompanhar, em permanência, os desenvolvimentos da crise na Grécia, estão as repórteres da SIC Susana Frexes, em Bruxelas e Cândida Pinto, em Atenas. 

  • BE diz que é urgente preparar o país para a saída do euro
    1:10

    País

    Catarina Martins diz que é urgente preparar o país para o cenário de saída do euro. No final da reunião da mesa nacional do Bloco de Esquerda, a coordenadora do partido criticou o encontro de líderes europeus em Roma e disse ainda que a Europa da convergência chegou ao fim.

  • "Mais UE não significa mais Europa"
    0:50

    País

    O secretário-geral do PCP insiste nas críticas à União Europeia. Um dia depois da comemoração dos 60 anos do Tratado de Roma, Jerónimo de Sousa defendeu, no Seixal, que o modelo europeu está esgotado e prejudica vários países, incluindo Portugal.

  • Aplicação WhatsApp acusada de permitir conversas secretas entre terroristas
    1:45
  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
    Perdidos e Achados

    Perdidos e Achados

    SÁBADO NO JORNAL DA NOITE

    O Perdidos e Achados foi conhecer como eram as férias de outros tempos. Quando o Estado Novo controlava o lazer dos trabalhadores e criava a ilusão de um país exemplar. Na Costa de Caparica, onde é hoje o complexo do INATEL estava instalada a maior colónia de férias do país, chamava-se "Um Lugar ao Sol".