sicnot

Perfil

Economia

Banco Mundial desembolsa 50 milhões de dólares para educação em Moçambique

O Banco Mundial vai desembolsar 50 milhões de dólares (45 milhões de euros) para apoiar o ensino em Moçambique, no âmbito da ajuda à implementação do Plano Estratégico de Educação no país.

© Andy Clark / Reuters

O valor, a ser canalizado através do Fundo de Apoio ao Setor da Educação, visa contribuir para a expansão e melhoria da qualidade de ensino em Moçambique, de acordo com um comunicado do Banco Mundial enviado hoje à Lusa.

"A educação é o alicerce das sociedades e do desenvolvimento sustentável. Dá-me grande satisfação apoiar esta causa, através de mais uma demonstração do nosso compromisso com este objetivo de desenvolvimento essencial", disse Mark Lundell, diretor do Banco Mundial para Moçambique, citado no comunicado.

O montante vem complementar os cerca de 53 milhões de euros distribuídos em maio pela organização Parceria Global para a Educação (PGE), no âmbito da ajuda ao setor primário em Moçambique.

"Moçambique é um dos primeiros países a receber uma subvenção ao abrigo do novo modelo de financiamento, que incentiva os países a melhorarem a equidade e a eficiência da educação", acrescentou Alice Albright, diretora executiva da PGE, que presta assistência técnica e financeira à educação em países em desenvolvimento desde 2002.

No total, são cerca de 95 milhões de euros que o Banco Mundial disponibilizados este ano para o apoio de projetos de expansão da rede escolar no país, bem como para contribuir para a melhoria da qualidade do ensino em Moçambique.

Lusa

  • Confrontos entre adeptos do Benfica e do SC Braga
    5:33

    Desporto

    Os adeptos do Benfica e do Sporting de Braga envolveram-se em confrontos num parque de estacionamento nas imediações do Estádio do Braga. O tumulto ocorreu por volta das 17:30 da tarde. O repórter da SIC Miguel Mota esteve no local onde contou o que aconteceu.

  • Táxi capaz de sobrevoar filas de trânsito ainda este ano no Dubai

    Mundo

    É o sonho de muitos que passam horas intermináveis em filas de trânsito. Trata-se de um drone com capacidade para transportar pessoas. "Operações regulares" deste insólito aparelho terão início em julho, no Dubai. O anúncio foi feito pela entidade que gere os transportes da cidade. Apenas um passageiro, com o peso máximo de 100 kg, pode seguir viagem neste táxi revolucionário, capaz de sobrevoar vias congestionadas pelo trânsito.