sicnot

Perfil

Economia

Taxa de desemprego da zona euro desce para 11,1% em junho

A taxa de desemprego da zona euro ficou nos 11,1% em junho, o mesmo valor registado em maio e abaixo dos 11,6% de junho do ano passado, divulgou hoje o Eurostat.

Ao nível da União Europeia, as estimativas do Eurostat apontam para  um excedente de 3,4 mil milhões de euros em novembro, contra os -3 mil milhões  observados em novembro de 2012 (EPA/ Arquivo)

Ao nível da União Europeia, as estimativas do Eurostat apontam para  um excedente de 3,4 mil milhões de euros em novembro, contra os -3 mil milhões  observados em novembro de 2012 (EPA/ Arquivo)

JULIEN WARNAND

Para o total da União Europeia, o gabinete estatístico europeu estimou, neste caso, que a taxa de desemprego corrigida das variações sazonais foi de 9,6% em junho. Este valor significa que o desemprego também está estável quando comparado com o mês anterior, mas melhor face aos 10,2% de junho de 2014.

Quanto a Portugal, o Instituto Nacional de Estatística (INE) divulgou na quinta-feira que a taxa de desemprego manteve-se inalterada em junho face a maio, nos 12,4%.

Portugal está entre os 21 países da União Europeia em que o desemprego caiu face a junho de 2014, tendo mesmo registado o terceiro maior recuo, ao passar de 14,3% para 12,4%, atrás de Lituânia (10,9% para 8,5%) e Espanha (24,5% para 22,5%).

Ainda assim, Portugal tinha em junho a sexta maior taxa de desemprego da UE, depois de Grécia (25,6%, dados de abril), Espanha (22,5%), Chipre (16,2%), Croácia (15,3%) e Itália (12,7%).

Há ainda a registar que o Eurostat fez uma revisão significativa para baixo da taxa de desemprego de Portugal em maio. A 30 de junho, o Eurostat divulgava que a taxa de desemprego de maio tinha sido de 13,2%, sendo que agora o valor referido para esse mês é de 12,4%.

Ainda quanto a dados gerais, os países da UE com menos desemprego são Alemanha e República Checa, com taxas de 4,7% e 4,9%, respetivamente.

Sobre o desemprego jovem, em junho atingia 20,7% da população ativa com menos de 25 anos na UE e 22,5% na zona euro, abaixo dos valores de há um ano, de 22,1% e 23,6%, respetivamente, Em Portugal o desemprego atingia 20,3% dos jovens.

Os países com mais desempregados entre os jovens continuam a ser Grécia (53,2% em abril de 2015) e Espanha (49,2%), mas também Itália (44,2%) e Croácia (43,1% no segundo trimestre). Do outro lado, o desemprego jovem é menos significativo na Alemanha (7,1%), Malta (10%) e Estónia (10,1% em maio) e Dinamarca e Áustria (10,3% cada um).

Lusa

  • O perfil do homicida de Barcelos
    2:42

    País

    Adelino Gomes Briote já tinha sido condenado por ofensas à integridade física da sogra e de uma filha. Em seis meses esta foi a segunda vez que o homem acusado do quádruplo homicídio em Barcelos esteve perante a justiça.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.

  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.

  • Guerra na Síria não dá tréguas
    1:51

    Mundo

    Na Síria e ao mesmo tempo que decorrem novas negociações de paz, a guerra não dá tréguas. As imagens mostram o resultados dos últimos raides aéreos nos subúrbios de Damasco. O balanço provisório é de mais de 30 mortos e pelo menos 50 feridos.