sicnot

Perfil

Economia

Santander Totta com lucros de 103,6 milhões no primeiro semestre do ano

O Santander Totta anunciou esta terça-feira que aumentou os lucros em 29,2% para os 103,6 milhões de euros no primeiro semestre, em comparação com igual período do ano passado.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Andrea Comas / Reuters

O presidente do banco, António Vieira Monteiro, afirmou em conferência de imprensa em Lisboa, que estes lucros são "resultados feitos só em Portugal, sem venda de dívida pública ou operações no estrangeiro", pelo devem ser comparados com os restantes bancos a atuar em Portugal nesse sentido.

Em termos de recursos a clientes, estes aumentaram 6% em termos anuais, traduzindo aumentos de 9,1% em depósitos e de 25,6% em fundo de investimento comercializados, adianta a instituição financeira.

O banco ressalta também um crescimento de 97% na produção de crédito à habitação no período de janeiro a junho deste ano, quando comparado com o mesmo período de 2014, "continuando a reduzir o ritmo de descida da carteira".

A margem financeira cresceu 5,8%, passando dos 267,9 milhões de euros no primeiro semestre do ano passado para 283,4 milhões este ano.

O produto bancário caiu 5,1% para 450,5 milhões de euros.

Lusa

  • "O que é isto, mamã?"
    36:23
  • O ensino à distância em Portugal
    4:12

    País

    Em Portugal, o ensino básico e secundário à distância já conta com 300 alunos e com a preciosa ajuda das novas tecnologias. É através do computador que a escola viaja e acompanha os alunos, alguns com doenças que não os permitem ir às aulas, outros que são atletas de alta competição e que têm a maior parte do tempo ocupado por treinos ou ainda os que fazem parte de famílias itenerantes, como é o caso dos que vivem no circo e andam de terra em terra.

  • Aprender a jogar badminton ao ritmo do samba
    2:54

    Mundo

    No Brasil, a correspondente da SIC foi conhecer um projeto social no Rio de Janeiro que mistura samba e desporto. Um desporto que ainda é pouco praticado mas que tem sido fundamental para transformar a vida de jovens das favelas e para descobrir novos talentos do badminton brasileiro.

    Correspondente SIC