sicnot

Perfil

Economia

Empresas estimam crescimento de 3,4% das exportações em 2015

Os empresários estimam um crescimento das exportações de 3,4% este ano, face ao anterior, uma melhoria face à previsão de novembro, segundo um inquérito do Instituto Nacional de Estatística, hoje divulgado.

As perspetivas das exportações de bens apontam para um crescimento nominal de 3,4% das suas exportações no final deste ano, face a 2014, revendo 0,9 pontos percentuais em alta a previsão efetuada em novembro do ano passado, quando apontavam para uma subida de 2,5%.

"A revisão em alta resulta integralmente da revisão em mais 1,3 pontos percentuais das exportações Intra-UE, para um crescimento de 3%, já que para o mercado Extra-UE as empresas reviram em baixa (menos 0,4 pontos percentuais) as previsões de novembro, para um crescimento de 4,3%", explica o INE.

As empresas inquiridas apontaram como principal razão para a revisão das perspetivas de evolução das exportações de bens este ano, face à anterior previsão, o "diferente comportamento face ao esperado", na generalidade dos mercados de destino já clientes, tanto no comércio intracomunitário como no extracomunitário.

Excluindo os combustíveis e lubrificantes, as perspetivas reveladas pelas empresas indicam um aumento de 4,5% nas exportações este ano.

Por grandes categorias económicas, o instituto destaca as expectativas de aumento das exportações para o mercado Extra-UE de material de transporte e acessórios (mais 26,4%), enquanto nas exportações de produtos alimentares e bebidas as empresas perspetivam uma redução de 2,1%.

No Comércio Intra-EU, o destaque vai para os crescimentos esperados de 6,5% nas exportações de máquinas, outros bens de capital e seus acessórios e de 6,3% no material de transporte e acessórios.

O inquérito do INE foi realizado a um total de 3. 032 empresas, que em 2014 representaram cerca de 90% das exportações de bens.

Lusa

  • "Almaraz: Uma bomba-relógio aqui ao lado"
    1:56
  • S. João do Porto sem balões
    2:36

    País

    No Porto, milhares de pessoas foram para a rua festejar o São João. Este ano houve tolerância zero no lançamento de balões, por causa do risco de incêndio. O fogo de artifício começou com mais de 15 minutos de atraso.

  • Mais de 100 detidos pela PSP e GNR nas últimas 24 horas

    País

    Só a GNR deteve 64 pessoas em flagrante delito, entre a noite de sexta-feira e o início da manhã deste sábado, a maioria das quais (47) por condução sob o efeito do álcool. A PSP de Lisboa efetuou 41 detenções em 24 horas, dez por tráfico de droga.

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.