sicnot

Perfil

Economia

Empresas estimam crescimento de 3,4% das exportações em 2015

Os empresários estimam um crescimento das exportações de 3,4% este ano, face ao anterior, uma melhoria face à previsão de novembro, segundo um inquérito do Instituto Nacional de Estatística, hoje divulgado.

As perspetivas das exportações de bens apontam para um crescimento nominal de 3,4% das suas exportações no final deste ano, face a 2014, revendo 0,9 pontos percentuais em alta a previsão efetuada em novembro do ano passado, quando apontavam para uma subida de 2,5%.

"A revisão em alta resulta integralmente da revisão em mais 1,3 pontos percentuais das exportações Intra-UE, para um crescimento de 3%, já que para o mercado Extra-UE as empresas reviram em baixa (menos 0,4 pontos percentuais) as previsões de novembro, para um crescimento de 4,3%", explica o INE.

As empresas inquiridas apontaram como principal razão para a revisão das perspetivas de evolução das exportações de bens este ano, face à anterior previsão, o "diferente comportamento face ao esperado", na generalidade dos mercados de destino já clientes, tanto no comércio intracomunitário como no extracomunitário.

Excluindo os combustíveis e lubrificantes, as perspetivas reveladas pelas empresas indicam um aumento de 4,5% nas exportações este ano.

Por grandes categorias económicas, o instituto destaca as expectativas de aumento das exportações para o mercado Extra-UE de material de transporte e acessórios (mais 26,4%), enquanto nas exportações de produtos alimentares e bebidas as empresas perspetivam uma redução de 2,1%.

No Comércio Intra-EU, o destaque vai para os crescimentos esperados de 6,5% nas exportações de máquinas, outros bens de capital e seus acessórios e de 6,3% no material de transporte e acessórios.

O inquérito do INE foi realizado a um total de 3. 032 empresas, que em 2014 representaram cerca de 90% das exportações de bens.

Lusa

  • Elemento dos Super Dragões com medida de coação mais gravosa
    1:37

    Desporto

    Os seis arguidos da Operação Jogo Duplo, que investiga crimes de corrupção e viciação de resultados na II Liga de futebol, saíram em liberdade. A medida de coação mais gravosa é para um membro da claque Super Dragões, que terá de pagar uma caução de 5 mil euros.

  • Mais de 120 pessoas com hepatite A
    2:23

    País

    O surto de hepatite A já infetou 128 pessoas, 60 das quais estão internadas em hospitais de Lisboa e Coimbra. A Direção-Geral da saúde recomenda a vacinação apenas aos familiares dos doentes. Apesar de não haver ruptura de stocks, há farmácias que não têm vacinas.

  • Sobreviventes de Mossul relatam mutilações e execuções do Daesh
    1:32