sicnot

Perfil

Economia

Taxas cobradas nos aeroportos vão subir em média 2,93% no próximo ano

As taxas cobradas nos aeroportos vão subir em média 2,93% no próximo ano. É esta a proposta da ANA, a empresa que gere as aeroportos, que justifica a subida com os investimentos que terá de fazer nos próximos quatro anos para dar resposta ao aumento de tráfego e que estão avaliados em mais de 250 milhões de euros.

Assim, a ANA propõe um aumento de cerca de 4,5% no aeroporto de Lisboa e de 1,5% no Porto. Em Faro, a subida deverá ser de 1% e de 0,7% nos Açores. Para os aeroportos da Madeira está prevista uma redução de 1% nas taxas.


No comunicado, a empresa garante que apesar dos aumentos os valores cobrados nos aeroportos nacionais vão continuar a ser inferiores aos praticados nos aeroportos europeus comparáveis.


A proposta da ANA está já em fase de consulta pública, que durará dois meses. Será depois avaliada pelo regulador. Só entrará em vigor no arranque do ano, se a Agência Nacional de Aviação Civil der luz verde às subidas.

  • Casa Branca isolada devido a pacote suspeito

    Mundo

    A Casa Branca foi esta terça-feira isolada devido à presença de um pacote suspeito junto a uma das vedações que limitam o edifício governamental norte-americano. A situação já foi normalizada e o objeto retirado do local.

  • Inspetores do SEF cansados das promessas do Governo
    1:00

    País

    O sindicato do SEF garante que a segurança contra o terrorismo vai ser assegurada na greve de quinta-feira e sexta-feira nos aeroportos. Acácio Pereira, do sindicato, diz que os inspetores são quase escravos e que estão fartos das promessas do Governo. A greve deverá afetar cerca de 30 mil pessoas. 

  • Graça Fonseca, a primeira governante a assumir-se homossexual
    1:02

    País

    A secretária de Estado da Modernização Administrativa deu uma entrevista ao Diário de Notícias onde assume a sua homossexualidade. É a primeira vez que um governante português o faz. Graça Fonseca assume esta posição pública como uma "afirmação política".