sicnot

Perfil

Economia

Juros da dívida de Portugal caem em todos os prazos

Os juros da dívida de Portugal estavam hoje a cair em todos os prazos, seguindo a tendência de outros mercados da Europa, como os grego e italiano, onde os juros a dois anos bateram mínimos.

© Rafael Marchante / Reuters

Cerca das 09:30 em Lisboa, os juros da dívida portuguesa a dois anos estavam a cair para 0,355%, abaixo dos 0,364% da sessão anterior, depois de a 08 de julho terem batido o máximo (0,807%) desde outubro.

O atual mínimo de sempre dos juros a dois anos, de 0,013%, foi atingido a 13 de abril passado.

Os juros a cinco anos também caíram para 1,163%, contra 1,186 na segunda-feira.

Na maturidade dos dez anos, os juros caíram de 2,410% na segunda-feira para 2,361% hoje, depois de terem subido até aos 3,253% a 15 de junho último, um máximo desde meados de outubro de 2014.

O atual mínimo de sempre é de 1,560% e foi registado a 13 de março passado.

Bateram hoje mínimos os juros a dois anos da Grécia, ao caírem para 14,736%, contra 18,260% na sessão anterior, e de Itália (também a dois anos), que caíram para 0,54% contra 0,58% de segunda-feira.

Depois de várias semanas de negociações, a Grécia e os credores chegaram a acordo para um terceiro programa de ajuda financeira ao país, segundo declarações à agência AFP de uma fonte governamental grega.

Lusa

  • Primeiro eclipse solar 100% visível nos EUA em 38 anos
    0:40
  • "É muito importante que os EUA mostrem determinação política e militar"
    0:50

    Mundo

    Os exércitos da Coreia do Sul e dos Estados Unidos iniciaram hoje as manobras anuais numa altura marcada pela recente escalada de tensão entre Pyongyang e Washington. Para Miguel Monjardino, comentador da SIC, estes exercícios militares são encarados como uma provocação para a Coreia do Norte. Monjardino defende que é importante que os EUA mostrem determinação no atual clima de tensão nuclear.

  • Campanha eleitoral em Angola chega hoje ao fim

    Mundo

    Os candidatos às eleições gerais angolanas de quarta-feira terminam hoje um mês de campanha, com milhares de quilómetros percorridos, uma breve aparição de José Eduardo dos Santos e as possíveis coligações em destaque.

  • China prepara-se para inaugurar comboio mais rápido do mundo
    1:08
  • Morreu o rei da comédia
    2:08

    Cultura

    Um dos grandes nomes do humor norte-americano morreu ontem, aos 91 anos. Jerry Lewis era comediante, ator, argumentista, cantor e realizador. Considerado o rei da comédia, Lewis influenciou diferentes gerações de comediantes e foi defensor de várias causas humanitárias, entre as quais a distrofia muscular.

  • A insólita entrevista de Jerry Lewis que se tornou viral
    2:39

    Cultura

    Jerry Lewis concedeu no início deste ano uma entrevista insólita que se tornou viral nas redes sociais. O comediante decidiu, pura e simplesmente, não colaborar com o entrevistado. Lewis tinha na altura 90 anos e continuava a trabalhar, tendo participado no filme "Max Rose", em 2016.