sicnot

Perfil

Economia

Preços em Portugal sobem 0,8% em julho face ao mesmo mês de 2014

A taxa de inflação em julho, medida pelo Índice de Preços no Consumidor (IPC), registou uma variação de 0,8% face ao mesmo mês do ano passado, segundo dados divulgados hoje pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

(Reuters/ Arquivo)

(Reuters/ Arquivo)

REUTERS

A variação homóloga dos preços em julho foi igual à registada em junho.

Desde março que a variação homóloga dos preços em Portugal voltou a registar variações positivas, depois de um longo período em que os preços, em termos homólogos, registavam variações nulas ou negativas, em linha com os dados da inflação a nível europeu.

Segundo os dados do INE divulgados hoje, a variação mensal do IPC em julho foi de -0,7% (-0,1% em junho).

Já a variação média dos últimos doze meses foi 0,1%, quando em junho tinha sido nula.

O Índice Harmonizado de Preços no Consumidor (IHPC) português, que permite comparar a evolução dos preços a nível europeu, registou uma variação homóloga de 0,7% (0,8% no mês anterior), superior em 0,5 pontos percentuais à estimada pelo Eurostat para a área do euro.

Segundo o INE, o comportamento dos preços em julho foi semelhante ao do mês anterior, destacando-se apenas a redução da taxa de variação homóloga da classe dos produtos alimentares e bebidas não alcoólicas e os aumentos nas classes do vestuário e calçado e dos acessórios para o lar, equipamento doméstico e manutenção corrente da habitação.

O agregado relativo aos produtos alimentares não transformados teve em julho um aumento homólogo de 2,6% (3,3% no mês anterior) enquanto o índice dos produtos energéticos caiu 2% (acima da descida de 1,2% em junho).

A classe com maior contribuição negativa para a variação homóloga do IPC foi, tal como no mês anterior, a do vestuário e calçado, com uma variação homóloga negativa de 2,9% (inferior à queda de 3,4% em junho).

Lusa

  • As IPSS são estruturantes no país. Fazem o que Estado não faz porque não pode, não quer, ou não chega a tudo. Chama-se sociedade civil a funcionar. E o Estado subsidia, ajuda, (com)participa, apoia. Nada contra. A questão é quando as IPSS e outras instituições, fundações, associações, federações e quejandas se tornam verdadeiras "indústrias".

    Pedro Cruz

  • O ano "saboroso" de António Costa
    0:51

    País

    António Costa diz que 2017 foi um ano "saboroso" para Portugal. Num encontro com funcionários portugueses, em Bruxelas, antes do Conselho Europeu desta quinta-feira, o primeiro-ministro realçou o que o país conquistou no último ano, no plano europeu, e que culminou com a eleição de Mário Centeno para a Presidência do Eurogrupo.

  • Os Simpsons já sabiam em 1998 que a Fox iria pertencer à Disney

    Cultura

    Os Simpsons acertaram outra vez. Algo que tem acontecido regularmente nos últimos tempos, com a eleição de Donald Trump, o aparecimento do vírus Ébola ou o escândalo dos Panama Papers. Desta vez, a previsão remonta a 1998, quando a série previu que a 20th Century Fox iria pertencer à Disney.

    SIC