sicnot

Perfil

Economia

Parlamento grego reúne-se hoje para debater e aprovar terceiro plano de resgate

O parlamento grego reúne-se hoje em sessão extraordinária para se pronunciar sobre o acordo entre a Grécia e os credores que prevê um terceiro resgate financeiro, um dia antes da reunião do Eurogrupo também destinada a legitimar o programa.

Thanassis Stavrakis

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, disse na quarta-feira estar "confiante" na ratificação do acordo, anunciado na véspera após uma maratona negocial de mais de 20 horas com as instituições de credores internacionais -- Comissão Europeia (CE), Banco Central Europeu (BCE), Fundo Monetário Internacional (FMI) e Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEDE).

"Apesar dos obstáculos que alguns tentam colocar no nosso caminho, vamos concluir com êxito este acordo", disse Tsipras após uma reunião no ministério das Infraestruturas, antes de manifestar otimismo sobre a possibilidade de este novo pacto terminar a "incerteza económica" na Grécia.

"Vamos dececionar as Cassandras [as vozes contra] e tentar garantir êxito na reconstrução do país", assinalou.

Tsipras denunciou o aumento da corrupção na Grécia "nos últimos cinco anos" e manifestou a intenção do seu governo em estabelecer um sistema eficaz e transparente que combata as práticas corruptas e a evasão fiscal, e "os termos e condições do longo processo de recuperação da economia".

Uma das vozes mais críticas sobre este novo plano de ajustamento na Grécia, avaliado em cerca de 85 mil milhões de euros -- que se junta a dois anteriores regastes que totalizaram 240 mil milhões de euros -- tem sido Yanis Varoufakis, o ex-ministro das Finanças do Governo de coligação, no poder desde janeiro, e dominado pelo partido da esquerda radical Syriza.

"O plano não vai funcionar", disse na quarta-feira à televisão BBC World, contradizendo deste modo o primeiro-ministro.

"Perguntem aos que conhecem o estado das finanças gregas e eles dir-vos-ão que este acordo não vai funcionar", declarou à cadeia pública britânica.

Lusa

  • Autarca garante que não houve "touros de fogo"

    País

    O presidente da Câmara de Benavente disse esta segunda-feira à Lusa que a atividade "touros de fogo" foi retirada do programa da Festa da Amizade depois de recebido um parecer desfavorável da Direção-Geral de Veterinária.

  • Presidente do Brasil formalmente acusado de corrupção

    Mundo

    O Procurador-Geral da República do Brasil apresentou na noite de segunda-feira ao Supremo Tribunal Federal uma denúncia contra o Presidente Michel Temer e o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) pelo crime de corrupção passiva.

  • Reconquista de Mossul ao Daesh pode estar para breve
    1:27
  • Homem fala ao telefone com o filho que pensava estar morto

    Mundo

    Um norte-americano que tinha estado presente no funeral do filho recebeu, 11 dias depois, uma chamada telefónica de um homem que o pôs em contacto... com o filho que havia enterrado semana e meia antes. Tudo por causa de um erro do gabinete de medicina legal.