sicnot

Perfil

Economia

Parlamento grego reúne-se hoje para debater e aprovar terceiro plano de resgate

O parlamento grego reúne-se hoje em sessão extraordinária para se pronunciar sobre o acordo entre a Grécia e os credores que prevê um terceiro resgate financeiro, um dia antes da reunião do Eurogrupo também destinada a legitimar o programa.

Thanassis Stavrakis

O primeiro-ministro grego, Alexis Tsipras, disse na quarta-feira estar "confiante" na ratificação do acordo, anunciado na véspera após uma maratona negocial de mais de 20 horas com as instituições de credores internacionais -- Comissão Europeia (CE), Banco Central Europeu (BCE), Fundo Monetário Internacional (FMI) e Mecanismo Europeu de Estabilidade (MEDE).

"Apesar dos obstáculos que alguns tentam colocar no nosso caminho, vamos concluir com êxito este acordo", disse Tsipras após uma reunião no ministério das Infraestruturas, antes de manifestar otimismo sobre a possibilidade de este novo pacto terminar a "incerteza económica" na Grécia.

"Vamos dececionar as Cassandras [as vozes contra] e tentar garantir êxito na reconstrução do país", assinalou.

Tsipras denunciou o aumento da corrupção na Grécia "nos últimos cinco anos" e manifestou a intenção do seu governo em estabelecer um sistema eficaz e transparente que combata as práticas corruptas e a evasão fiscal, e "os termos e condições do longo processo de recuperação da economia".

Uma das vozes mais críticas sobre este novo plano de ajustamento na Grécia, avaliado em cerca de 85 mil milhões de euros -- que se junta a dois anteriores regastes que totalizaram 240 mil milhões de euros -- tem sido Yanis Varoufakis, o ex-ministro das Finanças do Governo de coligação, no poder desde janeiro, e dominado pelo partido da esquerda radical Syriza.

"O plano não vai funcionar", disse na quarta-feira à televisão BBC World, contradizendo deste modo o primeiro-ministro.

"Perguntem aos que conhecem o estado das finanças gregas e eles dir-vos-ão que este acordo não vai funcionar", declarou à cadeia pública britânica.

Lusa

  • Presidente da Proteção Civil demitiu-se

    País

    O Presidente da Autoridade Nacional da Proteção Civil (ANPC), Joaquim Leitão, pediu esta quarta-feira a demissão com efeitos imediatos. A carta de demissão foi enviada para o Ministério da Administração Interna, no entanto, uma vez que a ministra também se demitiu, o documento seguiu para o gabinete do primeiro-ministro, António Costa.

  • Provavelmente o melhor golo da noite de Liga Europa
    1:24
  • Vitória de Guimarães mais longe dos 16 avos de final
    1:48
  • O perfil dos novos ministros
    3:22

    País

    Pedro Siza Vieira e Eduardo Cabrita são os dois novos ministros que tomam posse no próximo sábado. Ambos têm uma particularidade: são amigos de longa data do primeiro-ministro António Costa.

  • Não me parece o melhor princípio político, mas percebo que António Costa queira ter junto de si, sobretudo em tempos difíceis, os mais próximos. Os homens de confiança pessoal e política. Em plena tempestade, o primeiro-ministro chamou dois amigos de longa data, ex-colegas da Faculdade de Direito, Eduardo Cabrita e Pedro Siza Vieira. E eles não disseram que não.

    Bernardo Ferrão

  • Fogos na Califórnia provocaram 42 mortos e perdas acima de mil milhões de dólares

    Mundo

    O comissário dos seguros da Califórnia afirmou esta quinta-feira que as perdas provocadas pelos incêndios que dizimaram extensas áreas deste Estado norte-americano excedem os mil milhões de dólares (844 milhões de euros). Estes incêndios, que começaram no condado de Sonoma County, já provocaram a morte a 42 pessoas no mês de outubro.

  • Quem está ao lado de Trump? Melania ou uma sósia?

    Mundo

    A especulação surgiu no Twitter: estaria Trump acompanhado de uma sósia de Melania para ocultar a ausência da mulher num evento oficial? A teoria da conspiração ganhou depois força nas redes sociais. Julgue por si mesmo.

    SIC

  • Norte-americano entrega-se após perder aposta com a polícia no Facebook

    Mundo

    Um jovem de 21 anos procurado pela polícia norte-americana entregou-se, esta segunda-feira, depois de perder uma aposta com a polícia, no Facebook. Michael Zaydel prometeu entregar-se se uma publicação sobre o seu desaparecimento chegasse às mil partilhas, na rede social. O jovem norte-americano prometeu ainda levar uma dúzia de donuts, caso os agentes da cidade de Redford conseguissem ganhar a aposta.

    SIC