sicnot

Perfil

Economia

Tendência mista nas principais bolsas da Ásia um dia depois da "segunda-feira negra"

As principais bolsas asiáticas seguiam hoje uma tendência mista, depois da "segunda-feira negra", apesar de a praça financeira de Xangai continuar a registar fortes quedas.

© Thomas Peter / Reuters


A bolsa de Xangai, que lançou o pânico mundial nos mercados na segunda-feira -- registando a maior queda diária em mais de oito anos (8,49%) -- desvalorizava na abertura da sessão de hoje 6,41%. Shenzhen, segunda praça financeira, também negociava no "vermelho".

Já a bolsa de Tóquio, que abriu com perdas de quase 2% e chegou a "afundar" mais de 4% momentaneamente, acabaria por recuperar fechando a meio da sessão em alta de 1,10%.

Hong Kong, apesar de Xangai e a vizinha Shenzhen terem arrancado em terreno negativo, assim como Tóquio, abriu no "verde".

No sudeste asiático, a Indonésia liderava os ganhos e o Vietname as perdas.

As praças financeiras da Malásia, Filipinas e Vietname negociavam em terreno negativo no arranque; enquanto as de Singapura, Tailândia e Indonésia abriram em alta.

Lusa

  • "Vai ser uma batalha forte e dura"
    2:51
  • A tática dos 3 Rs de Carlos Queiroz
    1:58
  • Comandante da Proteção Civil confiante nos meios de combate aos incêndios
    1:56

    País

    Depois das falhas apontadas ao sistema de comunicações SIRESP durante os incêndios do ano passado, o cComandante operacional da Proteção Civil diz que não há meios de comunicação infalíveis. Duarte Costa acredita que este verão será mais calmo do que anterior e contabiliza já mais de 2000 incêndios desde maio que não foram notícia.