sicnot

Perfil

Economia

Costa diz que ajuste direto de STCP demonstra "o medo" que o Governo tem em perder

O secretário-geral do PS disse hoje em Coimbra que "a pressa" na privatização da TAP e Carris e o recente anúncio de um ajuste direto na STCP demonstra "o medo" que o Governo tem em perder as próximas eleições.

PAULO NOVAIS

"A pressa que [o Governo] revela na privatização da TAP, Metro, Carris e este escândalo agora com a STCP [Sociedade de Transportes Coletivos do Porto], demonstra bem o medo que têm em perder", sublinhou António Costa.

Para além do medo, a concessão das operações da STCP e da Metro do Porto revela também "a firme determinação que [PSD/CDS-PP] têm em levarem até ao último minuto um programa de destruição do setor público".

O Ministério da Economia anunciou na terça-feira que a concessão das operações da Sociedade de Transportes Coletivos do Porto (STCP) e da Metro do Porto vai ser atribuída por ajuste direto, decisão governamental que motivou críticas dos trabalhadores das empresas e dos autarcas da região.

Durante o discurso de António Costa em Coimbra, o líder socialista falou também do Banco de Fomento, considerando que o mesmo "não é bom nem mau".

"É o banco que não ata nem desata", disse, acrescentando que gostava de saber "o que se passa" com o Banco de Fomento.

Outro "mistério", de acordo com o líder do PS é "perceber como é que os fundos comunitários nunca mais saem do cofre e começam a chegar às empresas".

"Básico dos básicos é, de uma vez por todas, começar a pôr no terreno, começar a pôr a funcionar esse novo quadro comunitário de 27 mil milhões de euros disponíveis desde janeiro de 2014 e ainda não há um cêntimo que tenha chegado a uma única empresa em Portugal".

O líder socialista falava numa reunião no hotel Vila Galé, em Coimbra, com os candidatos a deputados a nível nacional pelo PS, e onde decorreu a apresentação do mandatário nacional, António Arnaut, considerado o pai do Serviço Nacional de Saúde.

Lusa

  • Hoje joga Portugal (mas antes há um Uruguai-Rússia em direto na SIC)

    Mundial 2018 / O Mundial

    Começa a última jornada da fase de grupos do Mundial, com quatro jogos por dia. Às 15:00, numa partida transmitida em direto na SIC, a anfitriã Rússia e o Uruguai resolvem qual poderá ser o adversário de Portugal nos oitavos de final. Isto, dependendo claro da prestação da seleção nacional frente ao Irão, ao fim da tarde, uma vez que a qualificação não está garantida (e pode até depender do resultado do Espanha-Marrocos).

  • Erdogan vence eleições na Turquia que marcam a passagem para um regime presidencialista

    Mundo

    O Presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, obteve nas eleições de domingo mais que os 50% de votos necessários para ser eleito à primeira volta para um novo mandato presidencial com poderes reforçados, anunciaram hoje as autoridades eleitorais. Estas eleições são particularmente importantes porque representam a passagem do sistema parlamentar até agora em vigor para um regime presidencialista, que permitirá a Erdogan aumentar consideravelmente as suas prerrogativas.

  • Comandante da Proteção Civil confiante nos meios de combate aos incêndios
    1:56

    País

    Depois das falhas apontadas ao sistema de comunicações SIRESP durante os incêndios do ano passado, o cComandante operacional da Proteção Civil diz que não há meios de comunicação infalíveis. Duarte Costa acredita que este verão será mais calmo do que anterior e contabiliza já mais de 2000 incêndios desde maio que não foram notícia.

  • Líderes europeus assinalam progressos para alcançar acordo sobre migrações
    2:02