sicnot

Perfil

Economia

Preço do leite cai 20% na UE e 16% em Portugal em junho, face a 2014

O preço do leite cru caiu, em junho, 20% na União Europeia (UE) e 16% em Portugal, face ao mesmo mês de 2014, tendência que deve manter-se nos próximos meses, segundo o observatório europeu do mercado do leite.

REUTERS

Segundo dados do observatório do mercado do leite, em junho, o preço médio da tonelada (100 quilos) de leite era de 30 euros, uma quebra de 20% face ao mesmo mês de 2014, de 1,8% face a maio último e de 9% em relação à média dos últimos cinco anos.

As estimativas do observatório apontam para que o preço do leite cru continue a recuar nos próximos meses e tudo aponta para que os produtores enfrentem dificuldades de tesouraria.

Em Portugal, na variação homóloga -- e segundo a mesma fonte -- o preço do leite caiu 16% e em cadeia recuou 0,7%, para os 28,8 euros por tonelada, o mínimo desde janeiro de 2013.

Em termos de comparação e também desde janeiro de 2013, o preço máximo do leite cru foi registado, em Portugal, em abril de 2014: 37,8 euros por tonelada.

Junho foi também o mês em que o preço médio do leite cru na UE atingiu o seu mínimo (30Euro), tendo o máximo (40,2Euro) sido registado em dezembro de 2013.

As estimativas da Comissão Europeia apontam para uma estabilização dos preços em julho, na média da UE e também em Portugal.

Segundo o relatório de julho do observatório, a produção de leite na UE aumentou 2,7% em maio, levando o acumulado dos primeiros cinco meses do ano a um nível 0,2% acima do de 2014.

Portugal é o 16.º produtor de leite na União Europeia (UE), com 1,2%, numa tabela liderada pela Alemanha (19,7%), a França (15,9%), Reino Unido e Polónia (8% cada), segundo dados do Eurostat.

As dificuldades verificadas no mercado do setor serão debatidas na segunda-feira, num Conselho de Ministros da Agricultuta da UE em que Portugal estará representado pela titular da pasta, Assunção Cristas.

Portugal quer, juntamente com outros países, que Bruxelas aumente o preço de intervenção (ajudas públicas) no mercado, para ajudar os produtores em dificuldades.

Lusa

  • Passos explica porque se sentiu irritado com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o Presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas de que foi alvo.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.