sicnot

Perfil

Economia

Bruxelas desbloqueia 500 milhões para ajudas de emergência a agricultores

A Comissão Europeia desbloqueou 500 milhões de euros para ajudas de emergência à agricultura, sobretudo para os produtores de leite. O anúncio foi feito no mesmo dia em que milhares de agricultores se manifestaram em Bruxelas por causa da crise que afeta principalmente os setores do leite, frutas, bovinos e suínos.

© Eric Vidal / Reuters

São 500 milhões de euros dos fundos europeus para compensar os agricultores afetados pelo embargo imposto pela Rússia aos produtos europeus, na sequência das sanções europeias após o início do conflito na Ucrânia.

A Comissão Europeia propõe que grande parte do dinheiro seja entregue diretamente aos Estados-membros, tendo em conta os problemas específicos de cada um e os que estão a ser mais afectados pelos desequilíbrios de mercado.

Um pacote de medidas está a a ser discutido pelos ministros da Agricultura dos 28, em Bruxelas.

  • Costa reúne-se hoje com o Presidente de Angola em Davos

    Mundo

    O primeiro-ministro reúne-se esta noite com o chefe de Estado de Angola, logo após chegar a Davos, na Suíça). O encontro acontece num momento em que o processo da justiça portuguesa contra o ex-vice-presidente angolano, Manuel Vicente, afeta as relações entre os dois países.

  • E os nomeados são... conhecidos hoje

    Cultura

    São, esta terça-feira, conhecidos os nomeados para os Óscares. O anúncio vai ser feito a partir de Los Angeles quando forem 13h00 em Lisboa e seguido em direto numa emissão especial da SIC Notícias.

    Aqui a partir das 13:00

  • Centeno promete avançar com reformas para a zona euro
    1:45

    Economia

    Mário Centeno liderou esta segunda-feira a primeira reunião do Eurogrupo. O ministro das Finanças português prometeu pôr mãos à obra para reformar a zona euro e, sem se comprometer com datas, deixou a porta entreaberta à entrada da Bulgária na zona euro.

  • "Shutdown" nos EUA chegou ao fim
    1:05
  • Papa pede perdão a vítimas de abusos por ter usado expressão "menos feliz"
    1:21

    Mundo

    No final da visita à América Latina, já no avião de regresso a Roma, o Papa Francisco pediu desculpa às vítimas de abusos sexuais no Chile. O líder da Igreja católica considerou que utilzou uma expressão menos "feliz" quando saiu em defesa do bispo Juan Barros, exigindo "provas" a quem o acusa de não ter agido.