sicnot

Perfil

Economia

Sindicato diz que greve na Carristur, em Lisboa, teve adesão acima dos 70%

A greve de 24 horas dos trabalhadores da Carristur, em Lisboa, para reivindicar aumentos salariais está a registar uma adesão acima dos 70%, disse à agência Lusa fonte da Federação dos Sindicatos de Transportes e Comunicações(Fectrans).

Francisco Seco

De acordo com Manuel Leal, da Fectrans, a greve que decorre desde as 03:00 de hoje até às 03:00 de domingo teve uma adesão "superior a 70%" no período da manhã e, no período da tarde, "essa percentagem ainda aumentou".

Em causa está a reivindicação, por parte dos cerca de 100 trabalhadores da Carristur (detida a 100% pela Carris) em Lisboa, de melhores condições de trabalho e aumentos salariais.

"Os trabalhadores consideram inadmissível que a administração se fizesse aumentar entre os 800 e os 2.000 euros por mês (foi este o aumento autorizado pelo Governo para as empresas deste setor), quando os trabalhadores têm os salários mais baixos do setor, entre os 560 e os 614 euros", afirmou à Lusa o dirigente sindical.

Isto apesar de, salientou, a Carristur ser "uma empresa altamente lucrativa, mas que teima em não redistribuir pelos trabalhadores e em acumular estas mais-valias nos membros do Conselho de Administração (CA)".

De acordo com Manuel Leal, a "fortíssima adesão" que o protesto está a registar "permite dar cumprimento às decisões" tomadas no plenário que decorreu durante a manhã de hoje, nomedamente "exigir do CA uma resposta às reivindicações formuladas".

A agência Lusa tentou, sem sucesso, ouvir fonte da administração da Transportes de Lisboa (que engloba a Carris, Metro e grupo Transtejo).

Contudo, numa declaração escrita enviada à agência Lusa, esta fonte afirmou que a Carristur "não foi alvo de qualquer reorganização, pelo que não se registaram, nesta empresa, alterações de comissões de serviço nem de condições remuneratórias".

Sobre a greve, em Lisboa, "atendendo às características e especificidades da operação turística, não existe necessidade de comunicar eventuais alterações do nível de oferta", acrescentou.

A Carristur é uma operadora de circuitos turísticos em autocarros panorâmicos e exerce a atividade em Lisboa, Porto, Funchal, Coimbra, Braga e Guimarães.

Lusa

  • O fim do julgamento do caso BPN, seis anos depois
    2:26

    País

    O antigo presidente do BPN José Oliveira Costa tentou adiar o fim do julgamento principal do caso com um recurso para o Tribunal Constitucional. Apesar disso, a leitura do acórdão continua marcada para esta quarta-feira, quase seis anos e meio depois de os 15 arguidos se terem sentado pela primeira vez no banco dos réus.

  • José Oliveira Costa, o rosto do buraco financeiro do BPN
    3:04

    País

    José Oliveira Costa foi o homem forte do BPN durante 10 anos e tornou-se o rosto do gigantesco buraco financeiro. Manteve-se em silêncio durante todo o julgamento, mas falou aos deputados da comissão de inquérito, para negar qualquer envolvimento no escândalo que fez ruir o BPN.

  • Saída do Procedimento por Défice Excessivo marca debate no Parlamento
    1:40
  • Filhos tentam anular casamento de pai de 101 anos

    País

    O casamento de um homem de 101 anos com uma mulher com metade da idade, em Bragança, está a ser contestado judicialmente pelos filhos do idoso, que acusam aquela que era empregada da família de querer ser herdeira.