sicnot

Perfil

Economia

Portugal colocou 1,3 mil mihões a 6 e 12 meses com juros mais baixos

Portugal colocou hoje 1.300 milhões de euros, acima do montante indicativo, em Bilhetes do Tesouro (BT) a seis e a 12 meses às taxas médias de 0,006% e 0,051%, inferiores às dos anteriores leilões comparáveis.

(Reuters/Arquivo)

De acordo com a página da Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) na agência Bloomberg, em BT a seis meses foram colocados 300 milhões de euros a uma taxa média de 0,006%, abaixo da do anterior leilão comparável, de 0,014%, de 15 de julho.

A procura foi 4,07 vezes superior ao montante colocado, já que atingiu 1.221 milhões de euros.

Em BT a 12 meses foram colocados 1.000 milhões de euros a uma taxa de juro média de 0,051%, também inferior à de 0,088% praticada no anterior leilão comparável de 15 de julho.

Em relação à procura de BT a 12 meses, esta cifrou-se em 2.055 milhões de euros, 2,06 vezes superior ao montante colocado.

Os dois leilões de hoje tinham um montante indicativo global entre 1.000 e os 1.250 milhões de euros e maturidades a seis meses e um ano, mas o montante colocado foi superior.

No anterior leilão de BT a seis meses, que ocorreu a 15 de julho, o Estado conseguiu colocar 650 milhões de euros a uma taxa média de 0,014%, enquanto no leilão anterior de BT com maturidade de um ano, que ocorreu na mesma data, foram colocados 1.135 milhões de euros a uma taxa média de 0,088%.

Lusa

  • "Toda a transparência" para os "amigos portugueses"
    0:54
  • Turistas à volta da lua em 2018
    1:21
  • Bastidores do sambódromo: um espétaculo à parte
    3:22

    Mundo

    Por detrás da alegria do desfile das escolas de samba, há a tensão e a adrenalina dos bastidores do sambódromo. A preparação antes da entrada na avenida é um espetáculo à parte como mostra a correspondente da SIC, no Rio de Janeiro, Ivani Flora

    Correspondente SIC

  • SIC revela relatório que provava falência do GES
    2:06