sicnot

Perfil

Economia

Portugal colocou 1,3 mil mihões a 6 e 12 meses com juros mais baixos

Portugal colocou hoje 1.300 milhões de euros, acima do montante indicativo, em Bilhetes do Tesouro (BT) a seis e a 12 meses às taxas médias de 0,006% e 0,051%, inferiores às dos anteriores leilões comparáveis.

(Reuters/Arquivo)

De acordo com a página da Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) na agência Bloomberg, em BT a seis meses foram colocados 300 milhões de euros a uma taxa média de 0,006%, abaixo da do anterior leilão comparável, de 0,014%, de 15 de julho.

A procura foi 4,07 vezes superior ao montante colocado, já que atingiu 1.221 milhões de euros.

Em BT a 12 meses foram colocados 1.000 milhões de euros a uma taxa de juro média de 0,051%, também inferior à de 0,088% praticada no anterior leilão comparável de 15 de julho.

Em relação à procura de BT a 12 meses, esta cifrou-se em 2.055 milhões de euros, 2,06 vezes superior ao montante colocado.

Os dois leilões de hoje tinham um montante indicativo global entre 1.000 e os 1.250 milhões de euros e maturidades a seis meses e um ano, mas o montante colocado foi superior.

No anterior leilão de BT a seis meses, que ocorreu a 15 de julho, o Estado conseguiu colocar 650 milhões de euros a uma taxa média de 0,014%, enquanto no leilão anterior de BT com maturidade de um ano, que ocorreu na mesma data, foram colocados 1.135 milhões de euros a uma taxa média de 0,088%.

Lusa

  • Três irmãos resgatados dos escombros em Itália
    1:24
  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • Graça Fonseca, a primeira governante a assumir-se homossexual
    1:02

    País

    A secretária de Estado da Modernização Administrativa deu uma entrevista ao Diário de Notícias onde assume a sua homossexualidade. É a primeira vez que um governante português o faz. Graça Fonseca assume esta posição pública como uma "afirmação política".

  • Governo quer entregar OE 2018 a 13 de outubro
    1:33
  • Casa Branca isolada devido a pacote suspeito

    Mundo

    A Casa Branca foi esta terça-feira isolada devido à presença de um pacote suspeito junto a uma das vedações que limitam o edifício governamental norte-americano. A situação já foi normalizada e o objeto retirado do local.