sicnot

Perfil

Economia

Taxa de desemprego homóloga desce em agosto na zona euro e Portugal acompanha

A taxa de desemprego na zona euro e na União Europeia (UE) baixou para os 11,0% e os 9,5% em agosto, face ao mês homólogo de 2014, uma tendência acompanhada por Portugal (12,4%), divulgou hoje o Eurostat.

Reuters

Segundo o gabinete oficial de estatísticas da UE, a taxa de desemprego na zona euro e na UE manteve-se estável em agosto, face a julho, enquanto em Portugal subiu 0,1 pontos percentuais.

O desemprego baixou 0,5% na zona euro, 0,6% na UE e 1,2% em Portugal, na comparação homóloga.

As taxas de desemprego mais baixas registaram-se, em agosto, na Alemanha (4,5%), na República Checa (5,0%) e em Malta (5,1%), enquanto as mais elevadas foram assinaladas na Grécia (25,2%, em junho) e em Espanha (22,2%).

Na comparação homóloga, a taxa de desemprego recuou em 20 Estados-membros, aumentou noutros quatros e estabilizou na Roménia, tendo as maiores quebras sido assinaladas na Estónia (de 8,0% para 5,7%, entre julho de 2014 e julho de 2015), na Eslováquia (de 13,2% para 11,1%) e em Espanha (de 24,2% para 22,2%).

No que respeita ao desemprego jovem, a taxa registada foi de 22,3% na zona euro e de 20,4% na UE, em baixa face aos 23,6% e aos 21,9%, respetivamente, de agosto de 2014.

Em Portugal, a taxa de desemprego homóloga entre os trabalhadores com menos de 25 anos baixou de 33,2% para 31,8%.

Espanha (48,8%), Grécia (48,3%, em junho), Croácia (43,5% no segundo trimestre de 2015) e Itália (40,7%) registaram as taxas de desemprego juvenil mais altas e a Alemanha (7,0%), a Áustria (10,8%), a Holanda (11,2%) e a Dinamarca (11,4%) as mais baixas.

O Eurostat estima que em agosto de 2015, estavam desempregadas 23.022 milhões de pessoas, das quais 17.603 milhões na zona euro

  • O percurso dos rendimentos de Ronaldo
    3:43

    Football Leaks

    O Ministério das Finanças espanhol abriu uma investigação a Cristiano Ronaldo, por eventuais irregularides na declaração dos rendimentos da publicidade. A Gestifute, empresa do agente do avançado do Real Madrid, garante que Ronaldo tem os impostos em dia. A investigação aos documentos extraídos da plataforma informática Football Leaks, liderada pela revista alemã Der Spiegel, e da qual faz parte o jornal Expresso, conseguiu traçar o percurso dos rendimentos do melhor jogador do mundo.

  • Fábio Coentrão investigado por suspeita de delitos fiscais
    3:37

    Football Leaks

    O Ministério Público de Madrid acusou o defesa português Ricardo Carvalho de evasão fiscal e está a investigar Fábio Coentrão por eventuais delitos fiscais. Além dos dois portugueses a justiça acusou ainda o espanhol Xabi Alonso, o argentino Ángel Di María e investiga o colombiano Falcão. As investigações surgem depois da revelação do caso Football Leaks, investigada pelo Expresso e pelo consórcio europeu de jornalistas que tiveram acesso a milhões de documentos.