sicnot

Perfil

Economia

IGCP espera arrecadar até 5.750 milhões de euros em dívida

Portugal espera arrecadar até 2.000 milhões de euros em Obrigações do Tesouro (OT) e até 3.750 milhões de euros em Bilhetes do Tesouro no último trimestre do ano, totalizando os 5.750 milhões de euros.

© Dado Ruvic / Reuters

De acordo com o programa de financiamento hoje divulgado, a Agência de Gestão da Tesouraria e da Dívida Pública (IGCP) prevê a realização, entre outubro e dezembro deste ano, de "um a dois leilões de OT, sendo esperadas colocações de 750 a 1.000 milhões de euros por leilão".

Estes leilões poderão ser realizados à segunda ou à quarta quartas-feiras de cada mês após anúncio do montante indicativo e linhas de OT a reabrir até três dias úteis antes da respetiva data de leilão, segundo o IGCP.

A instituição liderada por Cristina Casalinho antecipa ainda realizar leilões de BT ao longo do último trimestre uma vez por mês, esperando colocar no mercado entre 1.000 e 1.250 milhões de euros de cada vez.

Para 21 de outubro está prevista a reabertura das linhas a três e a 11 meses, para 18 de novembro está prevista a reabertura da linha a seis meses e o lançamento da linha a 12 meses e, para 16 de dezembro, está agendada as reaberturas das linhas a três e a 11 meses.

No final de setembro, o IGCP informou que vai reavaliar a intenção de pagar antecipadamente ao Fundo Monetário Internacional (FMI) este ano e que vai alterar o seu plano de financiamento, prevendo agora obter mais 1.300 milhões de euros.

Numa apresentação a investidores, a agência que gere a dívida pública portuguesa refere que o adiamento da venda do Novo Banco não "altera significativamente" a estratégia de financiamento para o resto deste ano, mas admite que aumenta as necessidades de financiamento líquidas do Estado português e que vai "revisitar" a ideia de pagar mais cedo o empréstimo ao FMI.

O governo tinha dado a entender que queria avançar com um terceiro reembolso antecipado ao FMI no final do ano, o que poderá agora ser adiado.

Nesta altura, o IGCP disse que espera ter uma almofada financeira acima de 8 mil milhões de euros no final de 2015.

Lusa

  • Sismo de magnitude 4,0 provoca um morto em Nápoles

    Mundo

    Um sismo de magnitude 4,0 na escala de Richter atingiu esta segunda-feira a ilha de Ísquia no golfo de Nápoles, no mar Tirreno, no sul de Itália. De acordo com o jornal La Stampa uma mulher terá morrido e dois feridos estarão em perigo de vida.

  • A easyJet não está a oferecer bilhetes no Facebook. Cuidado, é uma burla

    País

    Se esteve no Facebook nos últimos dias, provavelmente reparou na oferta de dois bilhetes para uma viagem da easyJet, a propósito do 22.º aniversário da companhia aérea britânica. Uma viagem para dois tinha tudo para correr bem, não fosse um esquema de burla, criado para obter os dados pessoais dos utilizadores que partilham a publicação na rede social.

  • Brasileiros procuram Portugal
    3:59

    País

    Viver em Portugal é hoje em dia um grande sonho da classe média brasileira. De acordo com o Ministério dos Negócios Estrangeiros, só em 2016, o número de vistos de residência aumentarem em mais de 30%. A língua, a segurança e a qualidade de vida são as razões apontadas para a mudança. Todos os dias, no consulado português no Rio de Janeiro, para a obtenção de vistos.

  • Big Ben em silêncio durante quatro anos
    2:15

    Mundo

    Esta segunda-feira ficou marcada pelas últimas badaladas dos famosos sinos do Big Ben, em Londres, no Reino Unido. A torre, na qual está instalada o relógio mais famoso do mundo, vai entrar em obras e os sinos só vão voltar a tocar em 2021.

  • Garrafa lançada ao mar em Rhodes recebe resposta de Gaza
    1:43

    Mundo

    A história parece de filme, mas aconteceu numa praia de Gaza. Um casal britânico lançou uma garrafa com uma mensagem ao mar, em julho, na ilha grega de Rhodes. A garrafa foi encontrada por um pescador numa praia de Gaza, que aproveitou para enviar a resposta, na qual falou sobre as restrições impostas por Israel.