sicnot

Perfil

Economia

FMI revê em baixa previsão de crescimento mundial para 3,1% este ano

O Fundo Monetário Internacional (FMI) reviu esta terça-feira em baixa a previsão de crescimento da economia global, esperando agora um crescimento de 3,1% este ano e de 3,6% em 2016, duas décimas abaixo do antecipado em julho.

A diretora-geral do FMI, Christine Lagarde. (Arquivo)

A diretora-geral do FMI, Christine Lagarde. (Arquivo)

© Carlos Barria / Reuters

De acordo com o 'World Economic Outlook', hoje divulgado, o FMI refere que "as projeções nos principais países e regiões continuam desiguais", prevendo que as economias desenvolvidas cresçam, no seu conjunto, 2% este ano e 2,2% no próximo e que as economias emergentes e em desenvolvimento apresentem um crescimento económico de 4% em 2015 e de 4,5% em 2016.

Em ambos os casos, as previsões hoje avançadas são inferiores às divulgadas em julho, altura em que a instituição liderada por Christine Lagarde antecipou que as economias desenvolvidas crescessem 2,1% e 2,4% este ano e no próximo, respetivamente, e que as emergentes e em desenvolvimento crescessem 4,2% e 4,7% no mesmo período.

No entanto, em comparação com o ano passado, o Fundo destaca que "o crescimento das economias desenvolvidas deve acelerar ligeiramente, ao passo que se espera que caia nas economias emergentes e em desenvolvimento".

O FMI prevê que os Estados Unidos da América cresçam 2,6% em 2015, acelerando o ritmo de crescimento para os 2,8% em 2016, uma projeção que compara com os 2,5% este ano e com os 3% no próximo antecipados em julho, altura em que o Fundo atualizou as projeções para as principais economias mundiais.

Nas suas recomendações de política, o FMI defende que as decisões do comité de política monetária da Reserva Federal (Fed) "devem depender dos dados", considerando que este comité "deve esperar até haver sinais mais firmes de um aumento seguro da inflação para o objetivo de 2%" para avançar com um aumento da taxa de juro diretora.

Já no caso do Japão, as perspetivas de crescimento do FMI são agora mais pessimistas tanto para este ano como para o próximo: o FMI espera um crescimento de 0,6% em 2015 (contra os 0,8% anteriormente estimados) e de 1% em 2016 (o que compara com os 1,2% previstos há menos de três meses).

A China, por seu lado, não viu as projeções de crescimento económico serem alteradas, continuando o Fundo a apontar para um crescimento de 6,8% em 2015 e de 6,3% em 2016.

O FMI apresenta ainda riscos que podem prejudicar o crescimento económico mundial, como o abrandamento da China, uma sobrevalorização do dólar ou possíveis impactos nos mercados financeiros das tensões geopolíticas na Ucrânia, no Médio Oriente e em zonas de África.

Lusa

  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • FC Porto acusa Benfica de recorrer a serviços de "bruxaria"
    2:34

    Desporto

    Francisco J. Marques acusou o Benfica de recorrer a "bruxaria". O diretor de comunicação do FC Porto revelou uma troca de e-mails entre Luís Filipe Vieira e Armando Nhaga, suposto comissário nacional da polícia da Guiné-Bissau com a celebração de um contrato de prestação de serviços.

  • Francisco J. Marques promete continuar a revelar e-mails
    2:11

    Desporto

    Francisco J. Marques diz que a Polícia Judiciária sabe como o Futebol Clube do Porto teve acesso aos e-mails e desafia o Benfica a revelar os originais. O diretor de comunicação do clube portista revelou ainda que irá continuar a divulgar e-mails, já que isso não é incompatível com o segredo de Justiça.

  • Confirmada prisão dos portugueses que gravaram nome no portão de Auschwitz

    Mundo

    Dois adolescentes católicos portugueses foram condenados a um ano de prisão com pena suspensa, por terem gravado os nomes na porta da entrada principal de Auschwitz-Birkenau. O tribunal de primeira instância de Oswiecim já tinha condenado os jovens e o tribunal de Cracóvia confirmou esta quarta-feira a pena aplicada.

  • Temer pode cair menos de um ano depois da queda de Dilma
    3:06
  • Imagens do resgate de crianças feridas num bombardeamento na Síria
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos acusam o regime sírio de estar a preparar um novo ataque químico e avisam Bashar al-Assad que vai pagar caro se o concretizar. No terreno, os ataques aéreos continuam a fazer vítimas civis. Da periferia de Damasco chegam imagens dramáticas do resgate de duas crianças feridas num bombardeamento.

  • Quem é a mulher que diz ser filha de Salvador Dalí

    Cultura

    Maria Pilar Abel Martínez nasceu em 1956 e será o alegado fruto de um caso entre a sua mãe e Salvador Dalí. Um tribunal de Madrid ordenou a exumação do cadáver do pintor e a obtenção de amostras, de modo a determinar se a mulher espanhola é mesmo filha de Dalí.

  • Mulher atira moedas para o motor do avião por superstição

    Mundo

    As superstições levam as pessoas a fazer coisas bizarras e até, mesmo, perigosas. Este foi o caso de uma mulher chinesa que decidiu atirar moedas para o motor de um avião, para garantir boa sorte na viagem, que estava prestes a fazer. Contudo, a ação obrigou ao atraso do voo que partia de Xangai, numa companhia aérea chinesa.

  • Modelo italiana atacada com ácido volta ao trabalho

    Mundo

    Gessica Notaro, antiga concorrente do concurso Miss Itália, já regressou ao trabalho como treinadora de leões marinhos, cinco meses depois de ter sido atacada com ácido, alegadamento pelo ex-namorado, Jorge Edson Tavares. Gessica Notaro diz que quer inspirar e encorajar outras mulheres a lutar contra o assédio e o bullying nas relações.