sicnot

Perfil

Economia

Fosun admite investir na área da banca privada em Portugal

A chinesa Fosun, dona da Fidelidade, quer continuar a crescer no mercado português e está a estudar oportunidades na área da banca privada, revelou hoje em Lisboa o responsável pela comunicação do grupo chinês, Chen Bo.

"Ainda estamos à procura de boas oportunidades no 'private banking' [banca privada]. As oportunidades estão em todo o lado, há muitas, mas têm que ir ao encontro da nossa estratégia", afirmou o diretor-geral de comunicação da Fosun, num encontro com jornalistas na capital portuguesa.

Questionado pela Lusa sobre se a Fosun tentou comprar o BES Investimento (BESI), que foi recentemente adquirido pela chinesa Haitong ao Novo Banco por 379 milhões de euros, Chen Bo não abriu o jogo.

"Quando as oportunidades são boas, muita gente gosta e a concorrência também está atenta", atirou, sem aprofundar mais a matéria.

Certo é que a Fosun foi uma das três entidades (a par da chinesa Anbang e da norte-americana Apollo) que esteve na corrida à compra do Novo Banco até ao Banco de Portugal ter decidido interromper o processo de venda do banco de transição resultante da intervenção no antigo Banco Espírito Santo (BES), em meados de setembro.

Confrontado sobre a abertura da Fosun em vir a participar no novo procedimento de venda do Novo Banco já anunciado pelo Banco de Portugal, Chen Bo jogou à defesa.

"Não comentamos nenhuma operação específica", afirmou, acrescentando que "a Fosun respeita inteiramente a decisão do regulador português e reitera o seu compromisso de longo prazo com Portugal".

Depois de ter adquirido com sucesso a Fidelidade - a maior seguradora portuguesa que era detida pelo banco público, a Caixa Geral de Depósitos (CGD) - e a Luz Saúde (antiga Espírito Santo Saúde), o mercado português continua a constar no radar de investimento da Fosun.

"Estamos apostados na construção de duas plataformas fortes a nível internacional: uma na área financeira, na banca privada e nos seguros, e a outra na área da saúde, do bem-estar e do entretenimento", salientou Chen Bo, apontando para as aquisições recentes de uma participação de 25% no Cirque du Soleil e do Club Med, que fizeram correr muita tinta na imprensa mundial.

O objetivo é acompanhar as necessidades da classe média chinesa que, segundo Chen Bo, "ainda tem bastante potencial de crescimento".

E a crise nas bolsas chinesas não vai desviar a Fosun desta estratégia, assegurou.

"Nesta fase, a prioridade é a integração das empresas que já constam do nosso portefólio, potenciando as sinergias entre elas", vincou o porta-voz do grupo chinês, assegurando que "isso não significa que se vai interromper o investimento".

Chen Bo falava com os jornalistas à margem da sessão de apresentação do Programa Protechting, lançado pela Fidelidade e pela Fosun, que visa fomentar a criatividade e o empreendedorismo em Portugal.

A captação e aceleração de 'start ups' (jovens empresas) é o objetivo deste projeto, que conta com o apoio da Beta-i.

Lusa

  • Relatório pedido pelo Governo PSD-CDS já apontava falhas no SIRESP
    2:26
  • Proteção Civil aponta falhas do SIRESP, operadora diz que esteve à altura do fogo
    4:22
  • Confirmada prisão dos portugueses que gravaram nome no portão de Auschwitz

    Mundo

    Dois adolescentes católicos portugueses foram condenados a um ano de prisão com pena suspensa, por terem gravado os nomes na porta da entrada principal de Auschwitz-Birkenau. O tribunal de primeira instância de Oswiecim já tinha condenado os jovens e o tribunal de Cracóvia confirmou esta quarta-feira a pena aplicada.

  • Temer pode cair menos de um ano depois da queda de Dilma
    3:06
  • Imagens do resgate de crianças feridas num bombardeamento na Síria
    2:00

    Mundo

    Os Estados Unidos acusam o regime sírio de estar a preparar um novo ataque químico e avisam Bashar al-Assad que vai pagar caro se o concretizar. No terreno, os ataques aéreos continuam a fazer vítimas civis. Da periferia de Damasco chegam imagens dramáticas do resgate de duas crianças feridas num bombardeamento.

  • Quem é a mulher que diz ser filha de Salvador Dalí

    Cultura

    Maria Pilar Abel Martínez nasceu em 1956 e será o alegado fruto de um caso entre a sua mãe e Salvador Dalí. Um tribunal de Madrid ordenou a exumação do cadáver do pintor e a obtenção de amostras, de modo a determinar se a mulher espanhola é mesmo filha de Dalí.

  • Mulher atira moedas para o motor do avião por superstição

    Mundo

    As superstições levam as pessoas a fazer coisas bizarras e até, mesmo, perigosas. Este foi o caso de uma mulher chinesa que decidiu atirar moedas para o motor de um avião, para garantir boa sorte na viagem, que estava prestes a fazer. Contudo, a ação obrigou ao atraso do voo que partia de Xangai, numa companhia aérea chinesa.

  • Modelo italiana atacada com ácido volta ao trabalho

    Mundo

    Gessica Notaro, antiga concorrente do concurso Miss Itália, já regressou ao trabalho como treinadora de leões marinhos, cinco meses depois de ter sido atacada com ácido, alegadamento pelo ex-namorado, Jorge Edson Tavares. Gessica Notaro diz que quer inspirar e encorajar outras mulheres a lutar contra o assédio e o bullying nas relações.