sicnot

Perfil

Economia

Juros da dívida de Portugal a subir a dois, cinco e dez anos

Os juros da dívida portuguesa estavam hoje a subir a dois, cinco e dez anos em relação aos valores de sexta-feira, alinhados com os da Grécia, Itália e Espanha.

Arquivo

Cerca das 08:40 em Lisboa, os juros da dívida portuguesa a dez anos estavam a avançar para 2,424%, contra 2,396% na sexta-feira, e depois de terem subido até aos 3,253% a 15 de junho, um máximo desde meados de outubro de 2014.

O mínimo de sempre é de 1,560% e foi registado a 13 de março passado.

No prazo de dois anos, os juros estavam a subir para 0,235%, acima dos 0,232% de sexta-feira, depois de a 08 de julho terem batido o máximo, de 0,807%, desde outubro.

O mínimo de sempre dos juros a dois anos, de 0,013%, foi atingido a 13 de abril passado.

Os juros a cinco anos também estavam a subir para 1,103%, contra 1,086% no fecho de sexta-feira, depois de terem atingido o máximo de 1,927% a 16 de junho e o mínimo de 0,749% a 10 de abril.

Os juros da dívida da Irlanda estavam a subir a dois anos e estáveis a cinco e dez anos.

Juros da dívida soberana em Portugal, Grécia, Irlanda, Itália e Espanha cerca das 08:40:

2 anos... 5 anos... 10 anos

Portugal

12/10....0,235.....1,103....2,424

09/10....0,232.....1,086....2,396

Grécia

12/10......9,065....n disp....7,721

09/10......9,025....n disp....7,705

Irlanda

12/10......-0,162....0,307.....1,178

09/10......-0,163....0,307.....1,178

Itália

12/10......0,084.....0,695....1,178

09/10......0,072.....0,684....1,692

Espanha

12/10......0,071......0,817....1,848

09/10......0,067......0,806....1,828

Fonte: Bloomberg Valores de 'bid' (juros exigidos pelos investidores para comprarem dívida) que compara com fecho da última sessão.

  • "O bom senso obriga a acordo para a estabilização do sistema financeiro"
    2:06

    Economia

    O Presidente da República disse esta quarta-feira que "o bom senso obriga a que todos estejam de acordo para a estabilização do sistema financeiro". Num aparente recado a Passos Coelho, Marcelo apelou a um consenso de regime e avisou que "não há prazer tático que justifique o desgaste" provocado pelas divisões atuais.

  • Uma alternativa aos serviços de enfermagem ao domicílio
    7:34
  • Familiares de vítimas procuram destroços do MH370
    1:48

    Voo MH370

    Um grupo de familiares das vítimas do avião das linhas aéreas da Malásia, desaparecido em 2014, procuram destroços do aparelho em Madagáscar. As autoridades malaias estudam a posssibilidade de uma nova operação de buscas.

  • Primeiro-ministro em lágrimas ao reencontrar refugiado que recebeu no Canadá em 2015

    Mundo

    Justin Trudeau desfez-se em lágrimas no reencontro com um refugiado sírio, que ele recebeu no Canadá em 2015. No ano passado, Trudeau recebeu pessoalmente os refugiados no aeroporto, onde foi visto a entregar casacos de inverno aos migrantes. Esta segunda-feira, o primeiro-ministro conheceu algumas das famílias que se estabeleceram no país, numa reunião filmada pela emissora canadiana CBC.