sicnot

Perfil

Economia

Número de desempregados em Espanha abaixo dos 5 milhões pela 1ª vez desde 2011

O número de desempregados em Espanha desceu no terceiro trimestre do ano para 4,85 milhões de pessoas, abaixo dos cinco milhões pela primeira vez desde o mesmo trimestre de 2011, indicou hoje o Instituto Nacional de Estatística espanhol.

Reuters

Reuters

© Andrea Comas / Reuters

De acordo com o Inquérito de População Ativa divulgado hoje pelo INE espanhol, a taxa de desemprego no país desceu 1,2 pontos percentuais só no meses de julho, agosto e setembro, ficando agora nos 21,18%. Tal como no caso do número total de pessoas sem emprego, também a taxa de desemprego está em valores de 2011.

O número de pessoas com ocupação em Espanha também subiu. No terceiro trimestre criaram-se mais 182,2 mil postos de trabalho, elevando o total para 18,04 milhões de empregados. Também é necessário recuar a 2011 para encontrar valores acima dos 18 milhões.

Ainda assim, analisando os números desde que o atual Governo entrou em funções (dezembro de 2011), o executivo de Mariano Rajoy - que em menos de dois meses enfrenta eleições gerais - deixa menos 100 mil pessoas empregadas do que há quatro anos.

Os dados do INE também indicam que a subida do emprego neste trimestre assenta no aumento do emprego temporário. Entre julho e setembro, criaram-se 205 mil empregos temporais.

Por outro lado, a taxa de temporalidade (percentagem de trabalhadores temporários face ao total da população que recebe salário) atingiu o valor mais alto em Espanha desde finais de 2008: 26,6%. Ou seja, um em cada quatro assalariados em Espanha tem um trabalho temporário.

A contribuir para a taxa de desemprego está o facto de a população ativa espanhola também ter caído no trimestre em 116 mil pessoas. O número de pessoas com idade e capacidade para trabalhar está abaixo dos 23 milhões (num total de cerca de 45 milhões de habitantes em Espanha), também o valor mais baixo desde inícios de 2008.

De acordo com dados da OCDE divulgados na segunda-feira, Espanha lidera - destacada - a lista de países com mais desemprego registado nos últimos meses. Em agosto, indicou a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Económico (OCDE), Espanha tinha o triplo da média de desemprego dos 34 países mais desenvolvidos e o dobro da média europeia.

No desemprego juvenil, Espanha apresenta os piores dados de toda a OCDE.

Lusa

  • "Já só lhes resta uma coisa: bisbilhotar comunicações privadas"
    2:57

    Caso CGD

    O primeiro-ministro diz que o PSD atingiu o grau zero da política, quando chegou à "bisbilhotice" de querer ver as mensagens trocadas entre o ministro das Finanças e António Domingues. A polémica da Caixa Geral de Depósitos voltou a marcar o debate quinzenal, com António Costa a garantir que nunca esteve em causa a entrega de declarações da administração. Já o PSD e o CDS a acusaram o Governo de violar as regras da transparência e de oprimir os direitos da oposição.

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • Técnica de defesa contra aperto de mão de Donald Trump
    1:39
  • Vídeo mostra aterragem de Harrison Ford que quase causou um desastre

    Mundo

    Harrison Ford quase provocou um grave acidente quando, ao pilotar um dos seus aviões, falhou a pista de aterragem e esteve muito perto de chocar contra um um Boeing 737, com mais de 100 pessoas a bordo. O incidente com o ator norte-americano, considerado um piloto experiente, aconteceu na passada segunda-feira, dia 13, no Condado de Orange, na Califórnia, e o momento foi captado em vídeo.

  • Descoberta nova espécie de primatas em Angola

    Mundo

    Uma equipa britânica de cientistas descobriu uma nova espécie de galagos anões, um primata pertencente à família dos galonídeos - comum na África subsariana -, na floresta ameaçada da Kumbira, localizada na província do Cuanza Sul, noroeste de Angola.

  • Vestidos da princesa Diana em exposição
    1:29

    Mundo

    As roupas mais emblemáticas da princesa Diana vão estar em exposição no Palácio de Kensington, em Londres, a partir de sexta-feira. O objetivo é mostrar a evolução do estilo da princesa de Gales, considerada um dos maiores ícones de moda de sempre.