sicnot

Perfil

Economia

Portugal tem 621 mil pessoas sem trabalho

Portugal tem 621 mil pessoas sem trabalho, avança o Instituto Nacional de Estatística (INE). A taxa de desemprego em setembro situa-se em 12,2%, inferior em 0,1 pontos percentuais a agosto de 2015, segundo os dado do INE.

(Arquivo)

(Arquivo)

© Nacho Doce / Reuters

"A estimativa provisória da taxa de desemprego para setembro de 2015 situa-se em 12,2%, valor inferior em 0,1 pontos percentuais [p.p.] à estimativa definitiva obtida para agosto de 2015", refere o gabinete de estatísticas.

A taxa provisória estimada para agosto era de 12,4%, mas a taxa definitiva diminuiu para os 12,3%, o que representa um aumento de 0,1 p.p. face ao mês anterior. Este comportamento ocorre após decréscimos consecutivos observados desde fevereiro de 2015.

Os valores referentes a setembro são provisórios, uma vez que se trata de um trimestre móvel em que para os dois primeiros meses [agosto e setembro] a recolha da informação do inquérito ao emprego já foi concluída e para o terceiro mês [outubro] foi realizada uma projeção com base em modelos de séries temporais.

Segundo as estimativas, a taxa de desemprego das mulheres (de 12,6%) excedeu a dos homens (11,8%) em 0,8 p.p., com a primeira a manter-se inalterada face ao mês anterior e a segunda a diminuir 0,2 p.p..

Já a taxa de desemprego dos jovens situou-se em 31,2% em setembro, diminuindo 0,4 p.p. relativamente ao mês anterior, enquanto a taxa nos adultos recuou 0,1 p.p. para 10,7%.

De acordo com o INE, "em setembro de 2015 a estimativa provisória da população desempregada foi de 621,8 mil pessoas, menos 6,8 mil do que no mês anterior (1,1%).

Segundo os dados hoje divulgados, assistiu-se a um decréscimo mensal na população desempregada em todos os grupos analisados: homens (1,5%; 4,6 mil), adultos (0,8%; 3,9 mil), jovens (2,5%; 3,0 mil) e mulheres (0,7%; 2,2 mil).

Já em agosto, a estimativa definitiva da população desempregada, hoje divulgada, foi de 628,6 mil pessoas, tendo-se mantido "praticamente inalterada" em relação ao mês anterior e "interrompendo a sequência de decréscimos consecutivos que se verificavam desde fevereiro de 2015".

Em relação à população empregada, a estimativa provisória de setembro aponta para 4.477,6 mil pessoas, o que representa uma diminuição de 0,1% face ao mês anterior (5,9 mil), enquanto a estimativa definitiva de agosto se situou em 4.483,5 mil pessoas, o que representa uma diminuição de 0,3% face ao mês anterior (15,5 mil).

Em setembro, a taxa de emprego situou-se em 57,3%, tendo-se mantido inalterada em relação a agosto.

Nestas estimativas foi considerada a população dos 15 aos 74 anos e os valores foram previamente ajustados de sazonalidade.

Em setembro de 2015, a estimativa provisória do INE para a taxa de desemprego não ajustada de sazonalidade foi de 12,1%, tendo-se mantido inalterada face ao mês anterior e diminuído 1,2 p.p. relativamente a setembro de 2014.

Segundo nota o instituto estatístico, "a estabilidade mensal observada na taxa de desemprego foi, todavia, acompanhada por um aumento da população desempregada (0,3%; 1,8 mil pessoas) e uma diminuição da população empregada (0,4%; 16,2 mil)", sendo que "para a redução homóloga contribuiu a diminuição da população desempregada (9,6%; 65,9 mil) e o aumento da população empregada (0,5%; 23,4 mil)".

Com Lusa

  • Porque é que Melania e Ivanka vestiram preto para conhecer o Papa

    Mundo

    Melania e Ivanka chegaram ao Vaticano de preto, uma escolha muito questionada. De vestidos longos e véus, as mulheres Trump seguiram assim o dress code aconselhado nas audiências com o Papa. Também Michelle Obama usou uma vestimenta do género, em 2009, quando visitou Bento XVI.

  • Escola de Vagos castiga alunos por protesto contra a homofobia e preconceito

    País

    Os alunos da Escola Secundária de Vagos, no distrito de Aveiro, organizaram um protesto contra o que consideram homofobia e preconceito. Segunda-feira, depois de duas alunas se terem beijado foram chamadas à direção da escola, que as terá informado que não podiam beijar-se em público. O protesto foi gravado e partilhado nas redes sociais. Em declarações à SIC Notícias, um dos alunos disse que todos os envolvidos no protesto vão ser alvos de um processo disciplinar. O Bloco de Esquerda já pediu esclarecimentos ao Ministério da Educação.

    EXCLUSIVO

    Rita Pedras