sicnot

Perfil

Economia

Fiat Chrysler chama às oficinas quase 900 mil veículos por defeitos nos air-bags e ABS

A Fiat Chrysler anunciou hoje que vai retirar quase 900 mil carros do mercado americano por defeitos de fabrico nos 'air-bags' e nos sistemas de ABS (anti-bloqueio dos travões), que causaram já sete situações de ferimentos.

© Eduardo Munoz / Reuters

A notícia está a ser avançada pela agência financeira Bloomberg, que dá conta de que a Fiat vai retirar do mercado, numa primeira fase, 351.989 Jeep Liberty SUV (veículos utilitários desportivos) de 2003 e Jeep Grand Cherokees de 2004 para reparar os módulos de controlo do 'air-bag' e os sensores de impacto.

Destes veículos, a empresa estima chamar à oficina 284.089 veículos provenientes dos Estados Unidos, 13.411 do Canadá, 6.277 do México e 48.212 fora da América do Norte.

Até ao momento, a Fiat já teve conhecimento de sete casos em que o 'air-bag' disparou indevidamente, o que provocou ferimentos nos passageiros.

Numa segunda fase, a empresa pretende chamar às oficinas 541.709 Dodge Journeys fabricados entre 2012 e 2015, desta vez devido a falhas no sistema ABS, apesar de não serem ainda conhecidos incidentes relacionados com estes defeitos de fabrico.

Do conjunto dos veículos afetados, a Fiat diz que 275.614 estão nos Estados Unidos, 78.148 no Canadá, 36.471 no México e 151.476 fora da América do Norte, este veículo é vendido como Fiat Freemont.

Em julho, a Fiat Chrysler aceitou pagar uma multa recorde de 105 milhões de dólares (cerca de 95,5 milhões de euros) nos Estados Unidos, no seguimento de uma investigação governamental à companhia, relacionada com 23 chamadas às oficinas no país, envolvendo mais de 11 milhões de veículos.

A Administração norte-americana de Segurança no Trânsito (National Highway Traffic Safety Administration, em inglês) exigiu que os consumidores pudessem devolver os seus veículos à empresa se as reparações não fossem completadas.

Lusa

  • Centro comercial em Manchester evacuado

    Mundo

    Um centro comercial foi evacuado esta manhã, no centro de Manchester. Testemunhas dizem ter ouvido um "grande estrondo". O incidente acontece horas depois do ataque na Manchester Arena, no final da atuação da cantora Ariana Grande, no qual morreram pelo menos 22 pessoas. O espaço comercial em Manchester foi entretanto reaberto. A polícia começou a retirar o cordão de segurança, pouco tempo depois de ser dado o alerta. Uma pessoa foi detida.

  • Dois em cada três idosos em Portugal são sedentários

    País

    É a camada da população mais inativa e com comportamentos que revelam um estilo de vida menos saudável, segundo um estudo divulgado hoje, que analisou os dados de mais de 10.600 portugueses representativos da população, entre os quais mais de 2.300 pessoas com mais de 65 anos.

  • "Michel Temer nunca teve vergonha, não tem cara de pessoa de bem"
    3:04

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou no habitual espaço de comentário do Jornal da Noite  da SIC, o escândalo com o Presidente do Brasil, Michael Temer. O comentador diz que já era previsível que Temer fosse apanhado com "o pé na poça" e afirma que o Presidente brasileiro nunca teve qualquer tipo de vergonha. Miguel Sousa Tavares fez ainda referência ao facto de Dilma Rousseff ser, entre todos os políticos brasileiros, a única que não tem processos contra ela.

    Miguel Sousa Tavares

  • Julgamento do caso BPN deverá terminar quarta-feira
    4:38

    Economia

    O acórdão do processo principal do BPN vai ser tornado público esta quarta-feira, depois de quase sete anos de audições. O rosto principal é o de José Oliveira Costa mas há outros 14 arguidos sentados no banco dos réus.