sicnot

Perfil

Economia

Lucros do BBVA decrescem 12% devido à compra de participação do Garanti

O Banco Bilbao Viscaya Argentaria (BBVA) lucrou 1.702 milhões de euros nos primeiros nove meses do ano, uma quebra de 11,8% face ao mesmo período de 2014, sobretudo devido à incorporação do banco turco Garanti.

© Andrea Comas / Reuters

De acordo com informação prestada hoje pela entidade bancária espanhola ao regulador, caso não tivesse realizado as várias operações corporativas - entre elas a incorporação do Garanti - os lucros teriam chegado aos 2.815 milhões, ou seja um acréscimo de 45,9% face ao período homólogo do ano passado.

Na origem destes impactos extraordinários estiveram a venda parcial do banco chinês CNCB, a venda da CIFH, bem como as aquisições do Catalunya Banc e de 14,89% do Garanti.

A margem bruta do BBVA subiu aos 17.534 milhões de euros, uma subida de 12,5% face a ano passado (e que chega aos 14,8% a taxas de câmbio constantes), disse o BBVA à Comissão Nacional do Mercado de Valores (CNMV).

A taxa de mora do banco espanhol também melhorou: 5,6% até ao final de setembro, quando era de 6,1% um ano antes, com uma cobertura de 74%.

Na informação prestada à CNMV, o administrador executivo do BBVA, Carlos Torres Vila, sustenta que "num contexto tão complexo, o aumento das receitas a um ritmo de dois dígitos demonstra a capacidade de crescimento e a recorrência dos resultados do Grupo BBVA".

O grupo também destaca que estas contas indicam a "força das receitas recorrentes do negócio bancário (margem financeira mais comissões)" e salienta que com a incorporação nas contas do aumento de participação no Garanti "a margem bruta trimestral chegou aos 5,980 mil milhões".

Esse aumento de 14,5%, diz o BBVA, "é um recorde".

Na coluna dos gastos, os custos cresceram abaixo da margem bruta entre janeiro e setembro.

No mesmo período, a margem financeira aumentou 10,5% na comparação anual, para os 12.011 milhões de euros. Sem o efeito das divisas, subiu 19,4%.

Lusa

  • Incêndio de Setúbal "quase dominado"
    4:04

    País

    O incêndio que deflagrou segunda-feira em Setúbal está "quase dominado", segundo informações da presidente da Câmara. Maria das Dores Meira diz que não há feridos a registar e que os habitantes já vão regressando a casa. Para ajudar no combate ao fogo foram enviados meios de Lisboa.

  • "Lancei um tema que os portugueses há muito queriam discutir"
    11:26
  • Danos Colaterais 
    18:55
    Reportagem Especial

    Reportagem Especial

    Jornal da Noite

    Nos últimos oito anos a banca perdeu 12 mil profissionais. A dimensão de despedimentos no setor é a segunda maior da economia portuguesa, só ultrapassada pela construção civil. A etapa mais complexa da história começou em 2008, com a nacionalização do BPN. Desde então, as saídas têm sido a regra. A reportagem especial desta terça-feira, "Danos Colaterais", dá voz aos despedidos da banca.