sicnot

Perfil

Economia

Lucros do BBVA decrescem 12% devido à compra de participação do Garanti

O Banco Bilbao Viscaya Argentaria (BBVA) lucrou 1.702 milhões de euros nos primeiros nove meses do ano, uma quebra de 11,8% face ao mesmo período de 2014, sobretudo devido à incorporação do banco turco Garanti.

© Andrea Comas / Reuters

De acordo com informação prestada hoje pela entidade bancária espanhola ao regulador, caso não tivesse realizado as várias operações corporativas - entre elas a incorporação do Garanti - os lucros teriam chegado aos 2.815 milhões, ou seja um acréscimo de 45,9% face ao período homólogo do ano passado.

Na origem destes impactos extraordinários estiveram a venda parcial do banco chinês CNCB, a venda da CIFH, bem como as aquisições do Catalunya Banc e de 14,89% do Garanti.

A margem bruta do BBVA subiu aos 17.534 milhões de euros, uma subida de 12,5% face a ano passado (e que chega aos 14,8% a taxas de câmbio constantes), disse o BBVA à Comissão Nacional do Mercado de Valores (CNMV).

A taxa de mora do banco espanhol também melhorou: 5,6% até ao final de setembro, quando era de 6,1% um ano antes, com uma cobertura de 74%.

Na informação prestada à CNMV, o administrador executivo do BBVA, Carlos Torres Vila, sustenta que "num contexto tão complexo, o aumento das receitas a um ritmo de dois dígitos demonstra a capacidade de crescimento e a recorrência dos resultados do Grupo BBVA".

O grupo também destaca que estas contas indicam a "força das receitas recorrentes do negócio bancário (margem financeira mais comissões)" e salienta que com a incorporação nas contas do aumento de participação no Garanti "a margem bruta trimestral chegou aos 5,980 mil milhões".

Esse aumento de 14,5%, diz o BBVA, "é um recorde".

Na coluna dos gastos, os custos cresceram abaixo da margem bruta entre janeiro e setembro.

No mesmo período, a margem financeira aumentou 10,5% na comparação anual, para os 12.011 milhões de euros. Sem o efeito das divisas, subiu 19,4%.

Lusa

  • Presidente do Tondela diz que clube foi humilhado
    1:26

    Desporto

    O presidente do Tondela participou esta segunda-feira na conferência de imprensa após o jogo da 23.ª jornada da I Liga com o Sporting. Gilberto Coimbra criticou o árbitro do encontro João Capela, e diz que o tempo de compensação dado a mais foi por uma falta que não foi assinalada sobre um jogador do Tondela, Bruno Monteiro.

  • Último golo do Sporting ao Tondela "é legal e limpinho" 
    0:41

    Desporto

    Jorge Jesus entende que a vitória desta segunda-feira do Sporting frente ao Tondela não merece contestação e destaca o facto de o árbitro ter avisado os jogadores que iria prolongar o tempo extra. Para o treinador dos leões, o golo no minuto 99' é legal. 

  • Deputados pedem medidas urgentes para travar exploração de urânio junto à fronteira
    3:06

    País

    Um projeto de exploração de urânio no município de Retortilho em Salamanca, a cerca de 40 quilómetros da fronteira portuguesa, está a causar preocupação nos dois países. Portugueses e espanhóis temem o risco de contaminação por via aérea e fluvial. Deputados portugueses visitaram o local, onde pediram medidas firmas e urgentes ao Governo para travar o projeto. As autoridades de Espanha não acionaram o mecanismo de avaliação ambiental partilhada.

  • Mulher enterrada viva no Brasil
    1:13

    Mundo

    Uma mulher de 37 anos terá sido enterrada viva no oeste da Bahia, no Brasil. A certidão de óbito aponta um choque séptico como a causa da morte, mas os ferimentos com que foi encontrada no interior do caixão indicam um possível erro. Os moradores de casas vizinhas do cemitério municipal onde Rosângela dos Santos foi enterrada ouviram gritos vindos do túmulo.

  • "Os Estados Unidos são uma sociedade de pistoleiros"
    3:47
  • Trump desafia Oprah a candidatar-se para ser derrotada

    Mundo

    Apesar de Oprah Winfrey ter excluído uma eventual candidatura às eleições presidenciais dos Estados Unidos da América, Donald Trump ainda não se esqueceu dos rumores e desafiou a apresentadora a candidatar-se em 2020. Através do Twitter, o Presidente norte-americano disse ainda que assim poderia ser "exposta e derrotada como todos os outros".

    SIC