sicnot

Perfil

Economia

Deutsche Bank multado em 200 milhões de dólares

O Deutsche Bank vai pagar uma multa superior a 200 milhões de dólares (182 milhões de euros) às autoridades dos EUA por ter violado as sanções económicas impostas a países como o Irão e a Síria.

(arquivo)

(arquivo)

© MAXIM ZMEYEV / Reuters

A informação foi dada à agência francesa AFP por uma fonte ligada ao processo.

O banco alemão vai fazer o pagamento ao regulador dos serviços financeiros de Nova Iorque (DFS, na sigla em Inglês) e à Reserva Federal (Fed), segundo esta fonte, que se exprimiu sob anonimato.

A decisão pode ser anunciada durante esta semana.

Contactadas pela AFP, nem o DFS nem o banco quiseram fazer comentários.

Contudo, o Deutsche Bank, mesmo depois de pagar a multa, ainda não encerra o processo, uma vez que há outros reguladores norte-americanos que continuam os seus próprios inquéritos, como o Departamento de Justiça, que abriu um processo penal.

O DSF, conhecido pela sua dureza face aos grandes bancos, inquiria há meses as relações comerciais do Deutsche Bank com os países sob embargo económico dos EUA.

Procurava determinar, em concreto, se a antena nova-iorquina do maior banco alemão tinha efetuado transações por conta de entidades ou pessoas iranianas e sírias.

O DFS e o Deutsche Bank continuam a discutir outras infrações cometidas pelo banco alemão, como as manipulações das taxas de câmbio e a lavagem de dinheiro alegadamente proveniente da Federação Russa, ainda segundo a mesma fonte.

Lusa

  • Sporting de Braga eliminado da Liga Europa
    2:01
  • Dissolução da União Soviética aconteceu há 25 anos

    Mundo

    Assinalaram-se esta quinta-feira 25 anos desde o fim do acordo que sustentava a União Soviética. A crise começou em 80, mas aprofundou-se nos anos 90 com a ascensão de movimentos nacionalistas em praticamente todas as repúblicas soviéticas.