sicnot

Perfil

Economia

EasyJet abre três novas rotas e reforça base do Porto com terceiro avião

A easyJet anunciou hoje três novas rotas a partir de abril e o reforço da operação no Porto com a colocação de um terceiro avião em permanência no aeroporto Francisco Sá Carneiro, que criará 40 novos postos de trabalho.

© Christian Hartmann / Reuters

Em conferência de imprensa, a companhia aérea britânica anunciou que irá instalar um terceiro avião na base do Porto, um investimento aproximado de 75 milhões de euros, que irá permitir aumentar o número de frequências e a nova rota com destino ao Funchal.

Com a abertura de três novas rotas - Porto-Funchal, Lisboa-Nantes e Faro-Lyon - e o aumento das frequências já existentes, a companhia de baixo custo quer alcançar em Portugal os cinco milhões de passageiros em 2016.

De acordo com o diretor comercial da easyJet Portugal, José Lopes, a vinda do terceiro avião, um A320, implica, entre pilotos e pessoal de cabine, mais 40 postos de trabalho diretos, que permitirá operar a nova ligação direta com a Ilha da Madeira -- que terá quatro frequências semanais -- e ainda aumentar de frequências nas rotas existentes.

Com este plano de crescimento, a companhia britânica prevê ultrapassar os cinco milhões de passageiros transportados em 2016, aumentando 700 mil em relação ao ano em curso, ou seja, cerca de 14%.

No próximo ano fiscal, a easyJet prevê crescer 9% em Lisboa, 18% no Funchal, 7,6% em Faro, 40,3% no Porto e 148,5% em Ponta Delgada (que será o primeiro ano completo de operação para os Açores, na sequência da liberalização do espaço áereo).

A rota Porto-Funchal terá início a 20 de maio, enquanto Lisboa-Nantes e Faro-Lyon começam a operar em meados de abril.

Em declarações aos jornalistas, José Lopes adiantou que o programa para o verão "ainda não está fechado", podendo sofrer uns "retoques finais",

A easyJet iniciou a operação em Portugal em 1998, estando atualmente a operar nos cinco principais aeroportos -- Lisboa, Faro, Funchal, Porto e Ponta Delgada, disponibilizando um total de 51 rotas.

  • Passos explica porque se irritou com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.