sicnot

Perfil

Economia

EasyJet abre três novas rotas e reforça base do Porto com terceiro avião

A easyJet anunciou hoje três novas rotas a partir de abril e o reforço da operação no Porto com a colocação de um terceiro avião em permanência no aeroporto Francisco Sá Carneiro, que criará 40 novos postos de trabalho.

© Christian Hartmann / Reuters

Em conferência de imprensa, a companhia aérea britânica anunciou que irá instalar um terceiro avião na base do Porto, um investimento aproximado de 75 milhões de euros, que irá permitir aumentar o número de frequências e a nova rota com destino ao Funchal.

Com a abertura de três novas rotas - Porto-Funchal, Lisboa-Nantes e Faro-Lyon - e o aumento das frequências já existentes, a companhia de baixo custo quer alcançar em Portugal os cinco milhões de passageiros em 2016.

De acordo com o diretor comercial da easyJet Portugal, José Lopes, a vinda do terceiro avião, um A320, implica, entre pilotos e pessoal de cabine, mais 40 postos de trabalho diretos, que permitirá operar a nova ligação direta com a Ilha da Madeira -- que terá quatro frequências semanais -- e ainda aumentar de frequências nas rotas existentes.

Com este plano de crescimento, a companhia britânica prevê ultrapassar os cinco milhões de passageiros transportados em 2016, aumentando 700 mil em relação ao ano em curso, ou seja, cerca de 14%.

No próximo ano fiscal, a easyJet prevê crescer 9% em Lisboa, 18% no Funchal, 7,6% em Faro, 40,3% no Porto e 148,5% em Ponta Delgada (que será o primeiro ano completo de operação para os Açores, na sequência da liberalização do espaço áereo).

A rota Porto-Funchal terá início a 20 de maio, enquanto Lisboa-Nantes e Faro-Lyon começam a operar em meados de abril.

Em declarações aos jornalistas, José Lopes adiantou que o programa para o verão "ainda não está fechado", podendo sofrer uns "retoques finais",

A easyJet iniciou a operação em Portugal em 1998, estando atualmente a operar nos cinco principais aeroportos -- Lisboa, Faro, Funchal, Porto e Ponta Delgada, disponibilizando um total de 51 rotas.

  • Marcelo não comenta proposta sobre nomeação do governador do BdP
    0:14

    Economia

    Marcelo Rebelo de Sousa não quis comentar a proposta do grupo de trabalho para a reforma da supervisão financeira, que recomenda que o governador do Banco de Portugal seja nomeado pelo Presidente da República. Marcelo não quis comentar o assunto esta quarta-feira durante a tomada de posse do Reitor da Universidade de Lisboa.

  • Habitantes da favela da Rocinha temem novo episódio violento
    2:54

    Mundo

    Localizada no Rio de Janeiro, a Rocinha, maior favela do Brasil, foi palco de um tiroteio entre traficantes, no último fim de semana. Agora, pelo terceiro dia consecutivo, a polícia do Rio de Janeiro está a fazer um cerco em algumas favelas cariocas à procura de traficantes. A comunidade está assustada e receia que episódios violentos como este se repitam.