sicnot

Perfil

Economia

Lesados do BES protestam hoje em Lisboa em frente ao Novo Banco

A Associação dos Indignados e Enganados do Papel Comercial (AIEPC) vai fazer hoje uma nova manifestação em Lisboa, frente à sede do Novo Banco, para exigir o reembolso do dinheiro que investiram em empresas do Grupo Espírito Santo (GES).

FERNANDO VELUDO/ LUSA (ARQUIVO)


Segundo a organização, este protesto - que se inicia pelas 11:30 na Avenida da Liberdade, uma das principais ruas de Lisboa - marca o início de "uma segunda ronda de protestos (...) contra o comportamento lastimável que o Novo Banco tem tido para com os seus clientes relativamente ao ressarcimento das suas poupanças investidas em papel comercial".

Os lesados dizem que a intenção de cumprir com o pagamento foi assumido em documentos oficiais quando, a propósito da criação do Novo Banco, foi dito que "o papel comercial emitido pela ESI [Espírito Santo International] e Rio Forte transitam para o Novo Banco, e este mantém a intenção de assegurar o reembolso, na maturidade, do capital investido pelos seus clientes não institucionais junto das redes comerciais do Grupo BES de então" e consideram "inaceitável" a forma como o Novo Banco tem lidado com o caso.

Criticam ainda que o Novo Banco tenha movido processos contra clientes lesados, considerando que esse ato tem "intenções meramente intimidatórias".

O advogado que representa a AIEPC interpôs no verão uma providência cautelar contra o Banco de Portugal e o Fundo de Resolução, na qual os clientes exigem que o banco central informe um eventual comprador do Novo Banco do montante de papel comercial devido aos cerca de 2.500 subscritores, que ronda os 530 milhões de euros, ou seja, que inclua esse montante como uma imparidade nas contas da instituição financeira.

Em setembro, terminou sem acordo o período de negociação com o potencial comprador do Novo Banco, esperando-se agora a abertura de um novo processo de venda nos próximos meses.

Lusa

  • Passos explica porque se irritou com Costa
    0:42

    Economia

    Depois das imagens em que surgiu visivelmente irritado com António Costa, no último debate quinzenal, Passos Coelho veio agora explicar porquê. Na discussão com o primeiro-ministro, o líder do PSD não gostou que Costa tivesse insinuado que a fuga de 10 mil milhões de euros para offshores tenha ocorrido por inação do Governo anterior.

  • Ferro Rodrigues desvaloriza críticas do CDS
    3:24

    Caso CGD

    Marcelo Rebelo de Sousa fez questão de receber em público Ferro Rodrigues antes de um almoço com o presidente da Assembleia da República. O Presidente também recebeu a representante do CDS-PP, Assunção Cristas, que foi apresentar queixa de Ferro Rodrigues e da maioria de esqueda em relação à comissão de inquérito da Caixa Geral de Depósitos. Ferro Rodrigues desvalorizou as críticas.

  • Luaty Beirão agredido em manifestação em Luanda
    1:27

    Mundo

    Luanda tem sido palco de várias manifestações contra a forma como está a decorrer o processo eleitoral em Angola. Esta sexta-feira, uma dessas manifestações acabou em confrontos com as autoridades. Entre os manifestantes estava o ativista Luaty Beirão.

  • Regime de Pyongyang nega envolvimento na morte de Kim Jong-nam 
    1:53

    Mundo

    A polícia da Malásia diz que o irmão do líder da Coreia do Norte foi morto com uma arma química. Os investigadores encontraram vestígios de gás VX no corpo de Kim Jong-nam, um gás letal proibido pelas convenções internacionais. O Governo da Coreia do Sul pediu esta sexta-feira ao regime de Pyongyang que admita que está por detrás da morte de Kim Jong-nam mas o mesmo já veio negar o envolvimento no assassinato.