sicnot

Perfil

Economia

Volkswagen recolhe 92 mil veículos nos EUA por falha ligada a travões

O construtor automóvel alemão Volkswagen (VW) anunciou hoje que vai chamar às oficinas 91.800 veículos nos Estados Unidos devido a uma anomalia que pode provocar problemas de travagem.

uma "estimativa inicial" admite que os riscos económicos para a Volkswagen possam rondar os 2 mil milhões de euros.

uma "estimativa inicial" admite que os riscos económicos para a Volkswagen possam rondar os 2 mil milhões de euros.

Z1018/_Ralf Hirschberger

Os modelos afetados são veículos a gasolina dos modelos Beetle, Golf, Jetta e Passat, indicou em comunicado a VW.

A rutura de uma peça no eixo do comando de válvulas pode provocar uma perda de potência do motor e em consequência dificuldades na travagem, o que aumenta o risco de acidentes, explicou o construtor.

A marca indicou que nesta fase não há conhecimento de feridos resultantes deste problema e que os proprietários dos veículos afetados devem repará-los nos concessionários se forem identificados como fazendo parte das séries com defeitos.

A Volkswagen está atualmente envolvida num vasto escândalo, que começou nos Estados Unidos, onde foi acusada de instalar um dispositivo para alterar as emissões poluentes em veículos com motores a gasóleo.

Lusa

  • Benefícios fiscais trouxeram a Portugal 10 mil estrangeiros em 2015

    Economia

    Os benefícios fiscais em Portugal atraíram mais de 10 mil estrangeiros no ano passado. A maioria vem com o estatuto de residente não habitual, que dá isenção total de IRS aos reformados por dez anos e 20% de isenção no imposto para profissionais que estiverem ligados a atividades de valor acrescentado como Psicologia, Investigação ou Medicina.

  • Trump e os jornalistas: uma relação (su)rreal
    2:08
  • Novo campo de refugiados construído em Mossul

    Mundo

    Um novo campo de refugiados foi construído em Mossul, no Iraque. Com cerca de 4 mil tendas, foi construído durante 45 dias para albergar os deslocados que se prevê que aumentem com a atual ofensiva militar na zona ocidental da cidade.