sicnot

Perfil

Economia

Manifesto dos 100 empresários

Um grupo de cerca de uma centena de empresários assina um manifesto onde assume a preocupação com a situação política atual. O documento foi publicado em nome da Associação das Empresas Familiares.

A associação diz que o país está atualmente em recuperação, mas esta "pode estar posta em causa pela incerteza que Portugal atravessa".

O manifesto chama a atenção para que "caso certas medidas sejam percepcionadas como uma inversão da estratégia de contenção orçamental, as agências internacionais de rating já anunciaram que tal terá consequências negativas para a classificação de risco da República Portuguesa".

Os empresários dizem que querem "afirmar a confiança como factor determinante para a recuperação económica" e apelam "à união de todos neste momento de incerteza".

Leia aqui o documento na íntegra

  • Reportagem Especial dá a voz aos despedidos da banca
    1:18
  • CEMGFA admite que várias armas roubadas estão em condições de ser usadas
    2:06

    Assalto em Tancos

    Afinal há várias armas roubadas em Tancos que estão em condições de ser utilizadas, sendo que apenas os lança-granadas-foguete estão obsoletos. Esta manhã, o general Pina Monteiro admitiu, no Parlamento, que a declaração que fez há duas semanas pode ter induzido em erro a opinião pública. O chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas (CEMGFA) diz, ainda, que se houvesse indícios sobre colaboração do Exército neste caso, os suspeitos estariam presos.

  • Pais de Charlie Gard querem que o bebé morra em casa

    Mundo

    Depois de terem renunciado à batalha judicial para manterem o filho com vida, os pais do bebé britânico Charlie Gard desejam agora levar a criança para morrer em casa. O desejo foi revelado pelo advogado de Chris Gard e Connie Yates, numa audiência esta tarde, no Supremo Tribunal de Londres. Contudo, o hospital responsável pelo caso admite que os cuidados a Charlie não podem ser feitos em casa.