sicnot

Perfil

Economia

Maioria dos municípios com poder de compra acima da média está no litoral

A maioria dos municípios portugueses que, em 2013, tinham poder de compra acima da média eram capitais de distrito e situavam-se no litoral do país, segundo dados hoje divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

SIC/Arquivo

SIC/Arquivo

De acordo com os dados, cerca de 10% (32) dos 308 municípios portugueses apresentavam valores acima da média nacional no indicador do poder de compra 'per capita' (IpC).

O município de Lisboa liderava o índice, com um valor de 207,9 pontos, mais de duas vezes a média nacional (100), seguido de Oeiras (180,7) e do Porto (169,9).

Segundo o INE, os valores mais elevados do índice de poder de compra 'per capita' registavam-se nas áreas metropolitanas de Lisboa e do Porto e também em capitais de distrito.

A lista dos 10 municípios com maior poder de compra incluía ainda Faro (132,3), Coimbra (130,3), São João da Madeira (130,1), Sines (128), Cascais (125,6), Aveiro (123,5) e Matosinhos (120,9), a grande maioria no litoral do país.

Seguem-se, com valores acima do índice 110, os municípios de Alcochete (115,3), Funchal (111,9), Maia (111,1), Évora (111) e Azambuja (110,8).

A análise, refere o relatório divulgado pelo INE, sugere "uma associação positiva entre o grau de urbanização das unidades territoriais e o poder de compra aí manifestado quotidianamente".

Dos 18 municípios da Área Metropolitana de Lisboa (que, no conjunto, apresenta um IpC de 125,1), nove têm poder de compra 'per capita' abaixo da média nacional, sendo o menor índice registado na Moita (81).

Já na Área Metropolitana do Porto (IpC conjunto de 105,1), cinco municípios estão acima da média nacional e 12 abaixo do índice 100, com destaque para Paredes (76,8) e Arouca (70,1).

O INE sustenta também que, no conjunto do território nacional, 143 municípios (46% do total) apresentavam valores de IpC inferiores a 75. No entanto, o INE não divulgou quais os municípios com menor poder de compra 'per capita', apenas referindo que os 10 com menor índice IpC "pertenciam ao interior das regiões Norte e Centro (sub-regiões Tâmega e Sousa, Alto Tâmega, Douro, Terras de Trás-os-Montes e Viseu Dão Lafões) e dois à Região Autónoma da Madeira.

A mesma fonte adianta que o indicador 'per capita' (IpC) pretende traduzir o poder de compra por pessoa manifestado quotidianamente nos diferentes municípios ou regiões e os resultados observados em 2013 associam ao território continental "um poder de compra superior ao observado nas duas regiões autónomas portuguesas": 100,8 para o total continental, contra 86 na Madeira e 84,6 nos Açores.

Em termos de regiões NUTS II (Nomenclatura das Unidades Territoriais para Fins Estatísticos) do continente, a Área Metropolitana de Lisboa (125,1) é a única com um valor acima do poder de compra médio nacional: segue-se o Algarve (96,4), Norte (92), Alentejo (89,4) e Centro (89,2).

Lusa

  • Autarca e duas jornalistas mortas a tiro na Finlândia 

    Mundo

    A presidente da Câmara de Imatra, na Finlândia, e duas jornalistas foram mortas a tiro na noite passada, na pequena cidade do sudeste do país. O incidente aconteceu junto a um restaurante e a polícia chegou ao local pouco depois dos disparos. Um suspeito de 23 anos já foi detido.

  • Avião da Qatar Airways aterra de emergência nas Lajes
    0:47

    País

    Aterrou de emergência nos Açores, esta manhã, um avião da Qatar Airways. A turbulência obrigou à manobra que causou pelo menos 10 feridos nos passageiro do avião que fazia ligação de Washington para Doha, capital do Qatar, e foi desviado para a base aérea das Lajes. Os passageiros desembarcaram, como registou no Twitter um jornalista da Al-Jazzera que seguia a bordo. Segundo este depoimento, uma pessoa foi levada para o hospital com problemas cardíacos.

  • Óscar do turismo para empresa que gere património de Sintra
    1:51
  • O novo coala do zoo de Lisboa
    3:10

    País

    A SIC acompanhou em exclusivo a transferência de uma coala da Alemanha para o Zoo de Lisboa. O animal veio de avião e foi batizado pelos passageiros que seguiam a bordo. Ficou com o nome de Goolara. O coala é uma fêmea, com quase dois anos, e veio para aumentar a família da mesma espécie em Portugal.

  • Jovens do exército russo aderem ao Desafio do Manequim
    1:01

    Mundo

    Na Rússia, o grupo de jovens do exército também já aderiu ao famoso Mannequin Challenge. O vídeo foi divulgado pelo Ministério da Defesa russo. O objetivo é mostrar o dia-a-dia do chamado exército de jovens, cuja principal missão passa por sensibilizar os russos para a necessidade de cumprir o serviço militar obrigatório.