sicnot

Perfil

Economia

Mota Soares diz que PS tem de explicar financiamento das pensões e redução da TSU

Mota Soares diz que PS tem de explicar financiamento das pensões e redução da TSU

O ministro do Emprego e Segurança Social diz que a esquerda enganou os portugueses em matéria de pensões, durante a campanha eleitoral. Pedro Mota Soares diz que o PS tem de explicar ao país como vai compensar as medidas que tiram receitas à segurança social.

  • PS vai mesmo reduzir TSU dos trabalhadores

    Novo Governo

    O PS pretende reduzir a Taxa Social Única dos trabalhadores que ganham até 600 euros mensais em 1,33 pontos percentuais ao ano, até 2019, apurou a SIC. A TSU a cargo dos patrões será estudada por todos os partidos da esquerda.

  • PS quer aumentar pensões até 628 euros com base na inflação
    2:43

    Economia

    O PS vai aumentar todas as pensões até 628 euros com base na inflação - o preço médio dos bens e serviços. Assim, no próximo ano, uma pensão de 628 euros terá um aumento de quase 2 euros. A SIC sabe também que os socialistas vão baixar as contribuições para a Segurança Social para os trabalhadores que ganham até 600 euros. Em quatro anos, a TSU vai baixar de 11 para 7%.

  • Pensões, salário mínimo e TSU, as medidas do PS ao detalhe
    2:31

    Novo Governo

    O PS vai aumentar todas as pensões até 628 euros com base na inflação. Assim, no próximo ano, uma pensão de 628 euros terá um aumento de quase dois euros. A SIC sabe também que os socialistas vão baixar as contribuições para a Segurança Social para quem ganha até 600 euros. Em quatro anos, a TSU vai baixar de 11% para os 7%.

  • Costa quer pensões atualizadas, IRS revisto e função pública aumentada
    2:41

    País

    António Costa confirmou, esta noite na SIC, medidas que quer pôr em prática no próximo ano. As pensões vão ser atualizadas, os escalões do IRS revistos e os funcionários públicos terão um aumento, a cada trimestre. A subida do salário mínimo também está no acordo à esquerda, mas a meta de 600 euros é para ser alcançada apenas no fim da legislatura.

  • Primeiro-ministro agradece sacrifícios dos portugueses
    0:46

    Economia

    O primeiro-ministro diz que os números do INE em relação ao défice de 2016 são prova de que havia uma alternativa e deixou uma palavra de agradecimento aos portugueses. As declarações de António Costa foram feiras aos jornalistas em Roma, onde se encontra para assinalar no sábado os 60 anos da União Europeia.

  • Jerónimo diz que UE vai continuar a causar constrangimentos a Portugal
    0:35

    Economia

    Esta sexta-feira na inauguração de uma exposição em Almada que denuncia a precariedade dos postos de trabalho, Jerónimo de Sousa falou sobre o défice de 2016. Para o secretário-geral do PCP, apesar do Governo ter ido além do exigido por Bruxelas, a União Europeia vai continuar a impedir Portugal de crescer.

  • Enfermeiros desconvocam greve

    País

    O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) desconvocou esta sexta-feira a greve geral nacional marcada para quinta e sexta-feira da próxima semana, anunciou o presidente da estrutura, justificando com os compromissos assumidos pelo Ministério da Saúde.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.

  • Probido fumar na praia? Não-fumadores aplaudem ideia
    1:33

    País

    O Comissário Europeu da Saúde defende uma proibição total do consumo de tabaco no espaço público. Esta e outras medidas foram defendidas, ontem, na Conferência Tabaco e Saúde da Liga Portuguesa Contra o Cancro. 

  • Visitar o Titanic vai custar 97 mil euros por pessoa

    Mundo

    Uma viagem a bordo do Titanic em 1912 era considerada uma viagem de luxo. Mais de 100 anos depois, continua a ser um luxo visitar o Titanic. Em 2018, vai ser possível conhecer os restos daquele que em tempos foi o maior navio do mundo. Contudo, nem todos vão poder fazê-lo, pois a viagem irá custar cerca de 97 mil euros por pessoa.