sicnot

Perfil

Economia

BCE adverte que mais atos terroristas na Europa podem afetar confiança

O vice-presidente do Banco Central Europeu (BCE), Vítor Constâncio, advertiu hoje que mais episódios de terrorismo na Europa podem afetar a confiança e a recuperação económica da zona euro.

A sede do BCE, em Frankfurt, Alemanha.

A sede do BCE, em Frankfurt, Alemanha.

© Ralph Orlowski / Reuters

Constâncio falava na apresentação do relatório de estabilidade financeira, no qual o BCE analisa os principais riscos para o sistema.

"O que ocorreu afetará temporariamente o consumo nos países mais atingidos pelos atentados, mas o que temos visto noutros casos, como no atentado ao 'Charlie Hebdo', é que o consumo diminui, mas isso é corrigido nos meses seguintes", afirmou.

"De momento, o impacto é limitado, mas mais casos mudam a situação", acrescentou Constâncio, citado pela Efe.

O vice-presidente do BCE acrescentou que a instituição analisará na próxima semana se deve aplicar mais estímulos monetários na zona euro, decisão que dependerá das próximas previsões de inflação. Em setembro, o BCE tinha avançado com uma previsão de inflação de 0,1% em 2015, de 1,1% em 2016 e de 1,7% em 2017.

Os mercados antecipam que Mario Draghi, presidente do BCE, vai anunciar na próxima semana mais estímulos monetários na zona euro.

Desde março, o BCE está a comprar dívida pública e privada no valor de 60 mil milhões de euros mensais e tinha previsto manter a iniciativa até setembro de 2016.

Draghi pode anunciar um aumento do volume de compras ou um prolongamento do programa.

O BCE também estuda a possibilidade de reduzir a sua taxa de depósitos, que já se encontra em terreno negativo (-0,2%).

Lusa

  • Leão de Ouro de Souto de Moura faz "muito bem à alma" dos portugueses
    1:53
  • "Sonho com um futuro melhor", o desejo de um jovem sírio em Portugal
    2:12

    País

    Mais de 50 jovens sírios chegaram esta madrugada a Lisboa, para iniciarem o novo ano letivo, em Portugal. Sonham com um futuro melhor. Sonham com uma educação melhor. Os 54 estudantes vieram ao abrigo do programa lançado pelo antigo Presidente da República, Jorge Sampaio, que nos últimos anos já deu uma nova oportunidade a cerca de 200 alunos. Depois de um curso intensivo de português durante três meses, os jovens vão iniciar o ano letivo em vários pontos do país.

  • Chamas do incêndio no Europa Park na Alemanha atingiram os 15 metros de altura
    0:57